conecte-se conosco


Cidades

Medo de contágio triplica busca por transporte aéreo em MT

Publicado

Importação de aeronaves e de peças para aviação cresceu 453% em Mato Grosso este ano. Nessas compras foram gastos US$ 18.742 milhões, até o mês de novembro. Valor recorde nos últimos 4 anos. Em 2019, os investimentos na aquisição de aviões e equipamentos aeronáuticos totalizaram US$ 3.388 milhões, no intervalo de 11 meses. No mesmo período de 2016, as importações desses produtos movimentaram US$ 1.718 milhão, segundo informações do Ministério da Economia.

Os Estados Unidos (EUA) foram o único fornecedor desses produtos para os compradores mato-grossenses em 2020. Nos anos anteriores, foram adquiridos aviões e peças da Espanha, Canadá e China, além dos EUA.   Entre os motivos que impulsionaram investimentos na frota aérea em Mato Grosso está a pandemia de covid-19. A expansão da produção agropecuária também alavanca as importações de aviões, tanto para pulverização de agroquímicos e sementes quanto para uso particular, em um ano marcado pelas altas cotações das commodities agrícolas.

O ano vigente trouxe mudanças que reverteram uma expectativa inicial de baixa demanda, relembra Hélio Vicente, proprietário da Abelha Táxi Aéreo. Devido ao aumento do contágio pelo novo coronavírus em Mato Grosso, a procura por transporte aéreo chegou a triplicar este ano, comparado com 2019, diz o empresário. “Começou com movimento fraco, antes do início da pandemia. Depois de maio, foi acelerando gradativamente, com pico em julho e agosto. Em novembro, iniciou a 2ª onda”, expõe.

Leia mais:  Espaço de descarte de lixo é transformado em praça com academia ao ar livre, playground no Jardim Kennedy

 

A empresa de Vicente presta serviço aeromédico e de aviação executiva. Os voos executivos, que eram o ponto forte da empresa em 2019, tiveram queda de 70% em 2020, estima. Segundo ele, muitos empresários – especialmente do agronegócio com o aumento da renda – compraram aviões para se locomover, diminuindo o risco de exposição ao novo coronavírus. No caso da Abelha Táxi Aéreo, sediada em Cuiabá, a frota de dez aviões está sendo renovada com a substituição de duas aeronaves, importadas dos Estados Unidos. Uma delas será entregue até o final deste mês e a outra em março de 2021.

 

“Com esse investimento, Mato Grosso vai dar um salto de qualidade em UTI aérea. Os aviões têm autonomia para voar de qualquer parte do Brasil sem precisar parar para abastecer. Um dos aviões é um jato (Gulfstream G100), equipado com UTI, que pode voar numa distância de Manaus aos EUA, sem parada, por exemplo”, detalha. O outro é um turboélice (Cheyenne III).

Leia mais:  Prefeitura lança projeto “Urbanista do Futuro” nesta sexta-feira (30)

 

Outro empresário que investiu em uma nova aeronave este ano é Carlos Henrique Ferronato, proprietário da Santa Fé Aviação Agrícola. Com a aquisição, a empresa instalada no município de Lucas do Rio Verde pretende melhorar a prestação de serviço aos clientes da região, principalmente em relação a capacidade de atendimento.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Semob reforça sinalização vertical e horizontal da rotatória do bairro CPA IV

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Natal Iluminado, Cantata de Natal, orquestra, bazar solidário, shows, presépio vivo, teatro. Confira a programação do final de semana

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana