conecte-se conosco


Carros e Motos

Mazda revela teaser de novo SUV para o Salão de Genebra (Suíça)

Publicado


Novo SUV será revelado em aproximadamente um mês, quando o Salão de Genebra abrir as portas
Divulgação

Novo SUV será revelado em aproximadamente um mês, quando o Salão de Genebra abrir as portas

Ao mesmo tempo em que confirma participação na próxima edição Salão de Genebra 2019, a japonesa Mazda divulga nesta semana o teaser da principal atração que levará ao evento em março: um novo SUV de porte compacto. Ainda cercado de mistérios, o modelo aparece apenas na imagem divulgada até o momento e revela detalhes do visual da traseira, com destaque para a assinatura da iluminação das lanternas.

LEIA MAIS: Hyundai desiste de participar do Salão de Genebra 2019

No bastidores do S alão de Genebra 2019 , muitos afirmam se tratar da nova geração do crossover CX-3 (originalmente lançado em 2015), enquanto outros apostam em algo inédito (provavelmente um CX-4 diferente do que é vendido hoje apenas na China). De todo modo, é certo que o novo modelo terá design que apresentará semelhanças com lançamentos recentes, incluindo os novo Mazda3 e Mazda3 Sedan.

Leia mais:  Os números que explicam o que levou a Ford fechar sua fábrica em São Paulo

Na mecânica, são esperados os mais recentes motores da família Skyactiv, incluindo o aguardado Skyactiv-X, que promete combinar o funcionamento suave de um propulsor gasolina com a eficiência energética de um diesel. Todos os detalhes serão divulgados no próximo dia 5 de março, quando o salão abrirá as portas.

LEIA MAIS: VW Jetta GLI é apresentado com motor de 230 cv

A Mazda vendeu carros por aqui a partir do início dos anos 90 até novembro de 2000. Apostaram nos sedãs 626 e Protegè , para tentar competir com Toyota e Honda , e nos esportivos MX-3 e MX-5 . Quando a Ford comprou a marca em 1996, decidiu encerrar sua participação no Brasil para diminuir a concorrência interna. Entretanto, as informações recentes indicam que a marca tem interesse em voltar ao país. Há planos até mesmo para produção nacional.

Bugue elétrico, da VW, no Salão de Genebra


VW Buggy será atração da marca do Salão de Genebra, feito sob a plataforma de veículos elétricos MEB
Divulgação

VW Buggy será atração da marca do Salão de Genebra, feito sob a plataforma de veículos elétricos MEB

Além do Mazda, a Volkswagen mostra outro teaser do bugue elétrico conceitual que será mostrado no próximo Salão de Genebra (Suíça), entre os dias 7 e 17 de março. Embora pareça que um carro desse tipo dificilmente pode vir a ser produzido em série, o fato é que a fabricante ainda não descartou a possibilidade de lançá-lo em algum momento.

Leia mais:  Ford divulga plano de fortalecimento na Europa, com novos carros elétricos

LEIA MAIS: Conheça mais sobre o novo bugue elétrico da Volkswagen

A releitura do tradicional bugue Meyers Manx ainda não tem nome e foi fabricado com a nova base MEB que será usada na nova família de elétricos da Volkswagen. O primeiro integrante será o hatch compacto Neo, cujo lançamento está marcado para o segundo semestre, depois do Salão de Genebra 2019 .

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Range Rover Sport HST estreia motor, 3.0 de 6 cilindros, eletrificado

Publicado

por


Range Rover Sport chega com novo conjunto mecânico pensado para entregar suavidade, eficiência e confiabilidade
Divulgação

Range Rover Sport chega com novo conjunto mecânico pensado para entregar suavidade, eficiência e confiabilidade

A Land Rover lança a série especial HST do SUV Range Rover Sport. Segundo a marca, a novidade se destaca por combinar o novo motor 3.0 de 6 cilindros em linha da família Ingenium a um sistema híbrido leve. O lançamento representa, com este tipo de hibridização, o primeiro passo para consolidar o plano da marca britânica de oferecer uma versão eletrificada em cada gama a partir de 2020. De acordo com a marca, ainda não há previsão de chegada do carro ao Brasil.

LEIA MAIS: Range Rover Velar SVAutobiography é lançado com motor de 550 cv

Desenvolvido e produzido em Wolverhampton (Reino Unido), o novo motor do Range Rover Sport aposta nos recursos de tecnologia e substitui o V6 usado até então pelo grupo. A marca diz que os motores de seis cilindros em linha são melhor balanceados do que os modelos V6 e, neste caso especificamente, promete otimizar a eficiência energética em todas as condições de operação.

Leia mais:  Harley-Davidson FXDR, a motocicleta anabolizada

LEIA MAIS: Range Rover de mais de R$ 1 milhão chega com tudo o que dá em luxo

Entre outras sofisticações, o motor do SUV premium traz sistema de sobrealimentação com dois turbos e um compressor volumétrico elétrico, além do sistema híbrido leve que faz uso de um pequeno motor elétrico para auxiliar na redução do consumo e garantir força extra em situações de alta demanda. Segundo a marca, desenvolve um total de 400 cv e 56 kgfm, capazes de uma aceleração de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos, velocidade máxima de 225 km/h, consumo de 10,7 km/l, reduções de 12% nas emissões de CO2 e 75% na emissão de partículas.

LEIA MAIS: Land Rover Discovery Sport e Evoque, feitos no Brasil, ganham motor 2.0 flex 

Conjunto de última geração no Range Rover Sport


Range Rover Sport estreia o sistema híbrido rm conjunto com o motor seis cilindros em linha. Veja o que a marca tem a dizer
Divulgação

Range Rover Sport estreia o sistema híbrido rm conjunto com o motor seis cilindros em linha. Veja o que a marca tem a dizer

Segundo os executivos da Land Rover declaram: “Os recursos avançados, incluindo um supercharger elétrico, garantem desempenho e respostas para o Range Rover Sport, enquanto o sistema inteligente MHEV coleta energia para melhorar a economia de combustível e reduzir as emissões”. A novidade está estreando neste momento do Range Rover Sport, mas certamente chegará a outros modelos do grupo em breve.

Leia mais:  Tiggo7 mostra que Caoa Chery está pronta para crescer

LEIA MAIS: Range Rover Evoque passa a ter versão de luxo Autobiography, com 290 cv

As vendas do Range Rover Sport acabam de ser iniciadas no Reino Unido, com preço de 81 mil libras (cerca de R$ 389.500 numa conversão direta). No visual, as novidades da série incluem capô em fibra de carbono, bancos dinâmicos elétricos com 16 opções de ajuste, pinças de freio vermelhas, detalhes cromados e paleta de cores com as tonalidade Santorini Black, Fuji White, Indus Silver, Firenze Red e Carpathian Grey. As novidades eram o que o consumidor da marca esperava, uma vez que já necessitava de uma atualização.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana