conecte-se conosco


Política

Max Russi homenageia voluntários de projeto social VG Mais Ação

Publicado

VG Mais Ação surgiu a partir da união de um grupo de amigos

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Voluntários do “VG Mais Ação” receberam moções de aplausos da Assembleia Legislativa nessa quinta-feira (16).  A sessão solene, aprovada por unanimidade pelos deputados, foi proposta pelo primeiro-secretário, o deputado Max Russi (PSB).

Russi é um dos grandes parceiros dessa ação social voluntária que leva serviços gratuitos de cidadania a comunidades de Várzea Grande. No total já foram realizadas cinco edições, levando atendimentos a mais de 10 mil pessoas.

Um dos homenageados por agregar aos trabalhos desenvolvidos pelo VG Mais Ação foi o comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel PM Jonildo José de Assis. Ele considerou louvável o reconhecimento e parabenizou o deputado pela iniciativa das homenagens.

“Nosso representante aqui na Casa de Leis. Eu gostaria de parabenizá-lo por essa iniciativa muito positiva. Esse é um projeto grandioso, que atende a comunidade e eu fico muito contente e feliz em receber também essa homenagem”, discursou.

Conforme a gestora pública e membro da comissão organizadora Marciany Bustamante, diversos serviços são  oferecidos com a força do voluntariado, como: corte de cabelo feminino e masculino, exames oftalmológicos (com doações de óculos para os de baixa renda); limpeza de pele; atendimento médico adulto , pediátrico e ginecológico; dentistas (aplicações de flúor e limpezas); aferição de pressão arterial e glicose; massagem; apresentações culturais; maquilagem; demonstração de produtos; consultoria para cachos e penteados;  esmalteria;  assistência social; defensoria pública; encaminhamento para confecção de RG 2°, 3° e 4° via; atendimento jurídico; atendimento contábil; atendimento DAE, CAD único; CRAS Santa Maria; psicólogo; fonoaudiólogo; Zoonoses de Várzea Grande; Batalhões da Cavalaria Militar, Rotam, Banda Militar e Ambiental; Prepara Cursos, dentre outros.

Leia mais:  Indicações de Misael atende aos moradores do CPA III e Parque Cuiabá

VG Mais Ação surgiu a partir da união de um grupo de amigos, junto à Rádio Estação VGFM 105,9. No decorrer das edições, foi agregando outras parcerias e aumentando a quantidade dos serviços gratuitos oferecidos.

O deputado Max Russi recordou o tempo em que foi prefeito de Jaciara e, com o auxílio de trabalhos sociais, colocou em prática o maior programa habitacional daquele município, entregando quase mil residências durante seu período de gestão. Ele recordou sua gestão, frente a Secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), onde coordenou mutirões da cidadania em municípios.

“Quando fui apresentado ao projeto, pela Marciany, já pude perceber toda a legitimidade dessa ação. Participei das primeiras edições e estarei sempre dando apoio, pois é  animador ver tantos parceiros juntos nesse belo trabalho de servir a quem mais precisa. Por isso propus essas homenagens, principalmente como forma de estimular projetos como esse. O social é uma das minhas principais bandeiras e eu sempre estarei defendendo o olhar para o próximo. “, assegurou.

Leia mais:  Emendas garantem direitos reivindicados por servidores públicos

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

Bolsonaro diz que não há constrangimento em visitar a Bahia

Publicado

por

O presidente Jair Bolsonaro disse, hoje (21), que não existe constrangimento em sua visita à Bahia, marcada para esta semana, após criticar alguns governadores do Nordeste. Em conversa com os jornalistas, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que o Nordeste é “sua terra”.

“Bahia é Brasil, não tem problema”, disse. Está programada uma visita à cidade baiana de Vitória da Conquista, na próxima terça-feira (23), para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha.  “Nordeste é Brasil, é minha terra. Eu ando em qualquer lugar do território brasileiro”, completou.

Questionado se deixaria de ir ao Maranhão, Bolsonaro disse que não deixaria de ir se tivesse algum evento marcado no estado. “Se tiver um evento [no Maranhão] eu vou, por que não?”.

Ancine

O presidente voltou a reforçar suas críticas ao financiamento de filmes classificado por ele como “pornográficos”. “O poder publico não tem que ficar se metendo em tudo. E outra coisa, dinheiro público para fazer filme pornô não. Não existe censura da minha parte. O que eu falei foi o seguinte: com dinheiro público não pode fazer esse tipo de filme.”

Leia mais:  Senado vota quarta-feira PEC sobre tramitação de medidas provisórias

O presidente se referiu especificamente ao filme Bruna Surfistinha, lançado em 2011, e que conta a história de uma prostituta. Ele também disse que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) irá para Brasília ou será privatizada.

 
Edição: Fernando Fraga e Narjara Carvalho

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana