conecte-se conosco


Política

Mauro critica estudo da UFMT: ‘Mãe Dináh está acertando mais’

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) questionou o embasamento técnico e científico da pesquisa da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) que aponta período de pico da pandemia no Estado e indica que Cuiabá será a primeira cidade a sair do estado crítico do contágio de coronavírus. Em coletiva,  Mendes disse que a vidente Mãe Dináh tem acertado mais.

“Olha, eu já vi tanta previsão sendo feita por aí, que eu acho que Mãe Dináh está acertando mais do que muitos que ousaram fazer essas previsões”, comentou.

O estudo da UFMT mostra que o pico de contágio na Baixada Cuiabana será na primeira quinzena de agosto e começará a reduzir lentamente em setembro, enquanto outras regiões atingirão pico em setembro e o Centro Norte de Mato Grosso só atingirá o pico da epidemia em março de 2021.

“Agora, qual a base científica para isso? De onde tirou esses dados? Não tem nenhum. Tem é que trabalhar, mostrar resultado”, disse Mendes.
“Ficar fazendo previsão nesse momento de quantos vão morrer, quando vai sair. Eu já vi a grande maioria dessas previsões furarem, então essa pode ser mais uma e a gente não sabe. Tomara; tomara que Cuiabá seja; tomara que Mato Grosso seja. Agora, qual a base científica para isso? De onde tirou esses dados? Não tem nenhum. Tem é que trabalhar, mostrar resultado, trabalhar com seriedade, porque é isso que vai ajudar nós superarmos esse momento”, destacou.

Leia mais:  Estacionamento será fechado para obras de manutenção nesta segunda-feira (25)

As declarações do governador ocorreram durante a apresentação de como irá funcionar o centro de triagem para pacientes com suspeita de coronavírus, montado na Arena Pantanal.

A unidade vai atender cerca de 600 pessoas ao dia, por meio de distribuição de senhas. Irá disponibilizar consultas, exames e a entrega de medicamentos do chamado kit covid, inclusive com cloroquina.

 

 

 

Por: Marcia Matos/ reporterMT

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado assina TAC e promete não realizar mais festas

Publicado

O deputado estadual Faissal Calil (PV) assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE) no qual se compromete a não realizar festas em sua residência, localizada no bairro Shangri-lá em Cuiabá, que excedam o volume de som permitido na “Lei do Silêncio”. O desrespeito à norma renderá multa no valor de R$ 3 mil.

“Se abster, a partir desta data, de produzir nos eventos realizados em sua residência ou sob sua responsabilidade, ruídos em níveis tais que possam resultar em danos à saúde humana”, diz o promotor 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Natalício Barbosa.

 

De acordo com o TAC, chegou ao conhecimento da promotoria de Justiça que o deputado realizou uma festa para comemorar a vitória do vereador Marcus Brito Jr. (PV), que é seu aliado político. O termo de compromisso foi assinado no dia 15 de dezembro.

Ainda consta no documento que as celebrações são realizadas com frequência no local. “De acordo com a notícia, as festas organizadas pelo senhor Faissal Jorge Calil Filho são recorrentes e causam grande perturbação à vizinhança”.

Leia mais:  Confiança de Serviços registra segunda alta consecutiva em 2,2 pontos em julho

 

Veja vídeo da festa 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana