conecte-se conosco


Cidades

Mato Grosso ultrapassa 22 mil confirmações de coronavírus

Publicado

Mato Grosso ultrapassou, na tarde desta segunda-feira (06), a marca dos 22 mil casos confirmados de Covid-19, o coronavírus. Ao todo, o Estado já tem 22.078 infectados, sendo 857 óbitos devido às complicações da doença. Mato Grosso encerrou o dia com 93% dos leitos de terapia intensiva ocupados.

As 36 mortes mais recentes envolveram residentes de General Carneiro, Lucas do Rio Verde, Peixoto de Azevedo, Cuiabá, Rondonópolis, Campo Verde, Várzea Grande, Tangará da Serra, Diamantino, Sorriso, Apiacás, Juína, Jaciara, Cametá, Primavera do Leste e Campo Novo do Parecis.

Os óbitos mais antigos do boletim de hoje (06) aconteceram ainda no mês passado, nos dias 26 e 30 de junho. Do dia 03 de julho, foram acrescentadas às estatísticas do Estado mais quatro vítimas fatais do coronavírus. Do último fim de semana, foram notificadas à SES otras 22 mortes. Nesta segunda (06), oito pessoas entre 38 e 88 anos perderam a vida para a Covid-19.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19 estão Cuiabá (5.191), Várzea Grande (1.678), Rondonópolis (1.523), Sorriso (1.021), Lucas do Rio Verde (965),  Tangará da Serra (855), Primavera do Leste (827), Sinop (586), Nova Mutum (546), Pontes e Lacerda (488), Campo Verde (409), Cáceres (388), Confresa (330), Campo Novo do Parecis (278), Barra do Garças (274), Sapezal (265), Matupá (254), Colíder (253), Querência (245) e Peixoto de Azevedo (234).

Leia mais:  Governo sanciona lei que autoriza farmácias e drogarias a receberem receitas de remédios controlados por aplicativos

Nas últimas 24 horas, surgiram 1.010 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas 13 ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, ocorreu o reposicionamento de 12 casos, após a consideração do município de residência dos pacientes.

Dos 22.078 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 11.534 estão em isolamento domiciliar e 8.974 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 227 internações em UTI e 327 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 93% para UTIs e em 48% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51,2% dos diagnosticados são do sexo feminino e 48,8% masculino; além disso, 5.895 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 24.894 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.412 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios.

Cenário nacional

Nesta segunda-feira (06), o Governo Federal confirmou 1.623.284 casos da Covid-19 no Brasil e 65.487 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 64.867 óbitos e 1.603.055 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Leia mais:  Contratação direta é tema de oficina durante Congresso em Cuiabá

Por: Hipernoticia

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Forças Armadas transportam equipes para conter focos de incêndios no Pantanal

Publicado

Brasília (DF), 06/08/2020 – O Ministério da Defesa, por meio de militares das Forças Armadas, prossegue no combate a incêndio que atinge o Pantanal de Mato Grosso do Sul. Em parceria com agências federais e estaduais, integrantes da Marinha, Exército e Aeronáutica também empregam aeronaves que transportam brigadistas e despejam água, durante os sobrevoos, para conter as chamas.

Nesta quarta-feira (05), foi realizado o transporte de pessoal para combate de focos de incêndio na região de Corumbá. A ação ocorreu com apoio do helicóptero HM-1, do Exército, na área de atuação do 6º Distrito Naval, localizado em Ladário (MS). Além disso, teve início o deslocamento do Centro de Coordenação da Operação para as localidades de Cuiabá e Poconé, ambas no estado mato-grossense, com o apoio da aeronave da Força Aérea Brasileira C-105.

Operação Pantanal
As Forças Armadas atuam, desde o dia 25 de julho, no combate a incêndio no Pantanal sul-mato-grossense. O Ministério da Defesa atende à solicitação recebida em 24 de julho, do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que decretou também estado de emergência.

Leia mais:  Canteiros da Prainha e Av. do CPA recebem trabalho de jardinagem e paisagismo

Para a execução da operação, a Defesa estabeleceu um Centro de Coordenação no Comando do 6º Distrito Naval, no município de Ladário, Mato Grosso do Sul. Participam da operação helicópteros da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, além de brigadistas, conforme as necessidades.

Por Tenente Fraga

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana