conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso tem até 31 de dezembro para implantar Placa Mercosul

Publicado

Apesar de o prazo estipulado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para a implantação das novas placas veiculares, no modelo Mercosul, terminar neste sábado (01.12), Mato Grosso e outros 12 Estados poderão cumprir a determinação até o dia 31 de dezembro deste ano.

A prorrogação foi estabelecida em reunião na manhã de sexta-feira no Contran, que definiu alterações na Resolução nº 729 de 2018, que estabelece o sistema de Placas de Identificação de Veículos padrão Mercosul.

Além de Mato Grosso, também foram beneficiados com a prorrogação os Estados do Amapá, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Roraima, Tocantins, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Apesar de todas as responsabilidades atribuídas ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT) terem sido cumpridas, o projeto não havia sido concluído.

A resolução prevê que todos os Fabricantes de Placas de Identificação Veicular e as Empresas Estampadoras de Placas de Identificação Veicular sejam credenciados junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) o que, no Estado, até o momento não aconteceu.  

Leia mais:  Levantamento aponta economia de R$ 48,3 mi com PDV

Segundo o presidente do Detran, José Eudes Malhado, o projeto “realmente representa um avanço na área de registro e identificação de veículos com perspectiva de evolução em ações de segurança pública. O Detran entende a importância, mas implementará quando da confirmação da disponibilidade e segurança da prestação do serviço a todo o cidadão mato-grossense”.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Governo conclui pagamento dos servidores públicos nesta terça-feira

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana