conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso Saúde e Procon criam canal de comunicação direta para resolver problemas

Publicado

O Mato Grosso Saúde e o Procon estadual irão criar um canal de comunicação direto, com o objetivo de resolver as demandas dos servidores beneficiários do Plano. A presidente do Mato Grosso Saúde Misma Thalita dos Anjos e a secretária adjunta do Procon, Gisela Simona, se reuniram na tarde desta quarta-feira (18.09) para apresentação de uma proposta de aproximação entre os órgãos.

A presidente Misma Thalita dos Anjos salientou a importância dessa aproximação e da criação desse instrumento de comunicação. “Trata-se de uma agenda positiva de cooperação entre o Mato Grosso Saúde e o Procon para somar esforços nos esclarecimentos aos beneficiários do Plano”, frisou.

Gisela Simona destacou o resultado do encontro. “Foi muito positiva a reunião visto que criamos uma linha direta entre Procon e Mato Grosso Saúde para solucionar eventuais reclamações sobre o plano evitando com isso a judiciliazação e ao mesmo tempo agilizando a solução para o consumidor”.

A criação da linha direta facilita a solução de eventuais problemas dos beneficiários do plano, assim que eles procurarem o Procon. Os atendentes entrarão em contato com o Plano de Saúde em busca de um acordo imediato, sem que o processo tenha que seguir adiante.

Leia mais:  Governo efetua pagamento de mais R$ 1 milhão para custeio de UTI

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governo de Mato Grosso cria Delegacia Especializada de Combate à Corrupção

Publicado

por

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Polícia Judiciária Civil, tem a partir de agora uma unidade que atuará exclusivamente com investigações de fraudes ou modalidades de corrupção praticadas na administração pública e ações de agentes que atuem de forma isolada ou em grupo na lavagem ou ocultação de bens. O decreto criando a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção foi publicado nesta sexta-feira (18.10), no Diário Oficial do Estado. 

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos, destaca o alinhamento de Mato Grosso com as diretrizes do Ministério da Justiça e Segurança Pública que tem como um das prioridades o reforço nas ações de combate à corrupção. “Em consonância com a orientação do MJSP para que os Estados reforcem as atividades investigativas criamos essa estrutura que trabalhará nesse foco específico, com as atividades centralizadas nessa nova estrutura, que atuará em parceria com órgãos de controle externo”, reforçou Bustamante. 

Em julho deste ano, o Ministério da Justiça publicou os critérios para rateio entre os Estados dos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. O fortalecimento da Rede Integrada de Banco de Perfis Genéticos, a Proteção das Fronteiras e a Criação de Unidades Especializadas das Polícias Civis específicas para o combate à corrupção são alguns dos indicadores definidos por serem considerados estratégicos e de ganhos substanciais na produção de provas e no enfrentamento às organizações criminosas.

Leia mais:  Cáceres faz últimos ajustes para receber os Jogos Escolares

O delegado-geral da PJC-MT, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, pontua que a  criação da nova Delegacia, permite à Polícia Civil atuar numa linha de trabalho investigativo nos moldes da força-tarefa da Operação Lava Jato, seguindo uma tendência de todos os Estados, conforme as premissas adotadas pelo Ministério da Justiça. “A Polícia Civil, mesmo com a crise de efetivo e escassez de recursos conta com apoio do governo para ter uma estrutura que possa atuar de maneira bastante rigorosa no combate aos crimes de corrupção e que as ações investigativas permitam ao Estado ter de volta recursos que porventura sejam desviados”, afirma o delegado-geral. 

Mário Dermeval acrescenta ainda que o trabalho da DECCOR será em conjunto com órgãos de controle. “Nossa prioridade nessa estrutura é atuar com base em uma boa relação com o Ministério Público, pois são todos engrenagem de um mesmo sistema que tem como resultado o zelo com recursos públicos”. 

Estrutura 

Conforme estabelece o Decreto 267/2019, a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção ficará subordinada à Diretoria de Atividades Especiais e terá atuação em todo o Estado de Mato Grosso. 

Leia mais:  Onça é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

O diretor de Atividades Especiais, delegado Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, explica que a nova Delegacia ocupará, por enquanto, o mesmo prédio da Delegacia Fazendária, e que no futuro passará para outro local. “O próximo passo agora, a partir da criação é estruturar as equipes que atuarão na DECCOR, em conformidade com o que estabelece o Decreto”. 

O coordenador-geral do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional do MJSP, Duílio Cardoso, pontua que a criação das Delegacias nos Estados demostra o comprometimento dos governos em fortalecer o trabalho policial investigativo no combate à corrupção para que no futuro, as Polícias Civis sejam os principais atores nesse processo. “A criação e estruturação das DECCOR fortalecem internamente as instituições e o processo de maturação para conquistar resultados efetivos nas investigações. Com essa resposta por parte dos estados está sendo criado um cenário que não permitirá retrocessos nas ações de combate à corrupção e o ganho é para toda a sociedade”, atesta Duílio Cardoso.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana