conecte-se conosco


Política

Mato Grosso registra 12 feminicídios no primeiro trimestre

Publicado

Dos 207 homicídios registrados em Mato Grosso no primeiro trimestre deste ano, 24 envolvem vítimas femininas, e 12 foram identificados como feminicídios. O levantamento foi feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), com base nos dados lançados no Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP) e informações fornecidas pelas Diretorias Metropolitana e de Interior da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Os números foram apresentados à Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp, em reunião realizada nesta terça-feira (14.05). Os casos tipificados como feminicídios correspondem a 50% das mortes de mulheres no estado, registradas entre janeiro e março de 2019. Vale ressaltar que este é um levantamento prévio, que ainda pode sofrer alteração, em função do andamento das investigações. Isso porque em alguns casos o feminicídio é uma circunstância que surge no decorrer do inquérito.

A Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Cuiabá não registrou feminicídio. Os casos estão distribuídos pelas Risp’s de Várzea Grande (3), Sinop (1), Rondonópolis (2), Tangará da Serra (1), Primavera do Leste (2), Pontes e Lacerda (1), Água Boa (1) e Nova Mutum (1).

Leia mais:  Desfile de blocos na Sapofolia marca abertura do carnaval cuiabano neste sábado

A CEAC da Sesp-MT também fez o levantamento das principais ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos no período de janeiro a abril de 2019. Em Mato Grosso, o crime de ameaça continua sendo o de maior incidência, com 6.781 casos, mas apresentou redução de 2% em relação ao mesmo período de 2018, quando houve 6.936 ocorrências. Lesão corporal aumentou de 3.255 para 3.263, e o estupro apresentou redução de 146 para 122 casos.

Ciclo de violência

Nesta faixa etária e neste período, foram registrados 22 homicídios em Mato Grosso, mesmo número constatado em 2018. Já o assédio sexual teve aumento de 40% nos registros, já que no primeiro quadrimestre de 2019 foram 70 casos, contra 50 no ano passado.

Segundo a coordenadora da Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp-MT, Jozirlethe Criveletto, a compreensão a respeito do início do ciclo de violência é essencial para evitar mortes. “Temos visto, principalmente no interior do nosso estado, mulheres que são vítimas de feminicídios, a maioria praticados dentro de casa. Este é o último grau do ciclo de violência, e é preciso combater desde o início, quando começam as ameaças, as injúrias, o relacionamento abusivo e, nesse sentido, é necessária a reeducação de toda a sociedade”, frisou.

Leia mais:  A convite de Mário Nadaf, Vuolo lança projeto da Arena do Siriri em Tribuna Livre

Canais de ajuda

As mulheres que precisam de auxílio podem recorrer ao Disque 180, e às Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher ou qualquer delegacia do município que reside. Em Cuiabá, a DEDM está localizada na Rua Joaquim Murtinho, nº 789, Centro Sul. Há ainda o Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública de Mato Grosso, que atende pelo telefone (65) 3613-8204, e no Edifício Top Tower Center, na Capital, e o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso: (65) 3613-9934.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Política

Câmara fecha parceria com Unimed e descontos podem chegar a até 37% para servidores

Publicado

por

Câmara fecha parceria com Unimed e descontos podem chegar a até 37% para servidores

A Câmara Municipal de Cuiabá fechou parceria com a Unimed, uma das maiores cooperativas de saúde do país. O intuito é proporcionar melhor qualidade de vida aos servidores efetivos e comissionados, com descontos que variam de 24% a 37%, analisado conforme a categoria do plano e faixa etária de idade.
Os trabalhos de adesão têm início nesta segunda-feira (20) e vai até sexta-feira (24) e podem ser feitas no Saguão da Câmara de Cuiabá. A secretária de Gestão Pessoal do Parlamento Municipal, Bárbara Helena de Noronha Pinheiro, explica que para os servidores que já fazem parte do plano, não haverá necessidade de uma nova adesão.
“Os servidores da Câmara serão beneficiados com um desconto diferenciado, isso terá validade para quem aderir até sexta-feira, ou para aqueles que fazem parte dos planos mais antigos. Além da redução do custo, a Unimed proporcionará zero de carência para as adesões feitas até sexta-feira, para os servidores que já tem o plano o procedimento para migrar será automático”, explica a secretária.
A Unimed Cuiabá conta com mais de 1300 médicos cooperados e cerca de 1 mil colaboradores. Em nível local, é a maior e melhor empresa do ramo. Os 220 mil clientes da Unimed Cuiabá contam com uma ampla rede credenciada. Entre laboratórios, clínicas e hospitais, são mais de 200 serviços prontos para atender com qualidade.

Kamila Arruda | Câmara Municipal de Cuiabá

Imprimir Voltar Compartilhar:

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook
Leia mais:  Secretário de Cultura do Estado de Mato Grosso visita Câmara Municipal de Cuiabá
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana