conecte-se conosco


Entretenimento

Mário Lúcio Vaz, ex-diretor da TV Globo, morre aos 86 anos

Publicado

 Ex-diretor da TV Globo, Mário Lúcio Vaz morreu neste domingo (21), aos 86 anos. O velório está marcado para as 8h desta segunda-feira (22), no Cemitério da Penitência. O enterro está previsto para às 16h.

Leia também: Xuxa presta homenagem a ex-diretor que morreu: “Brigou por mim na Rede Globo”

Mário Lúcio Vaz morre aos 86 anos arrow-options
Reprodução/Instagram/jbboninho

Mário Lúcio Vaz morre aos 86 anos

Entre os programas que Mário Lúcio Vaz dirigiu estão “Chico City” (1973), estrelado por Chico Anysio, ambientado numa cidade fictícia onde o humorista interpretava a maioria dos personagens; e “Praça da Alegria” (1977).

Leia também: Saiba o motivo que fez Márcio Canuto deixar a Rede Globo após 21 anos

Mário Lúcio nasceu em Belo Horizonte e entrou na TV Globo em 1970.

Em março de 2008, ele deixou suas funções executivas na Globo e passou a ocupar o cargo de diretor associado Artístico, prestando consultoria para a Direção Geral à área de Entretenimento, que reúne as áreas de criação, produção, recursos artísticos e controle de qualidade, então dirigida por Manoel Martins.

Leia mais:  Gracyanne Barbosa come marmita em restaurante e brinca: “Não tem gasto”

Leia também: Cissa Guimarães relembra morte do filho após nove anos: “Saudades doídas”

“Mário se confunde com a história da televisão, entrou na Globo nos anos 70 e seguiu por mais de 40 anos”, escreveu o diretor Boninho , nas redes sociais. “Nosso homem de branco tinha um grande coração, conhecia dramaturgia como ninguém e era dono de um humor especial. Provavelmente nosso Chico Anysio, que foi dirigido por ele durante anos, já está recebendo o homem de braços abertos.”


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

Publicado

por

source
Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa arrow-options
Divulgação

Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa”

Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries de TV, Marisa Orth foi uma das personalidades que acorreram ao velório da escritora, roteurista e atriz na tarde de domingo, no cemitério Congonhas, em São Paulo.

“Fernanda é a famosa irrepetível. Super trabalhadora, super criativa e uma das pessoas mais corajoasas que eu já conheci. Ela se montava como ninguém, comprava as brigas e ainda assim conseguia ser aquela figura deliciosa que ela sempre foi”, disse Marisa Orth .

A última vez que Marisa viu a amiga pela última vez no lançamento do mais recentente livro de Rita Lee , “Amiga Ursa” (Fernanda, Marisa e Rita participaram juntas da primeira temporada do programa de TV “Saia justa”).

Leia mais:  Juliana Paes brinca com meme de Maria da Paz: “Eu me divirto”

Muito abalada, a atriz Fernanda Nobre , que ia estrear a peça “Ainda nada de novo” com Fernanda e com quem chegou a ensaiar na sexta-feira, comentou:

“Estou em estado de choque. Parece mentira, ela estava muito feliz. A gente estava vivendo um processo criativo muito intenso, ela estava arrasando. estava solar, muito agradecida por estar fazendo parte da peça. É uma perda irreparável. A Fernanda era uma figura importante para a arte, para a representativdade e o empoderamento feminino. Sinto-me lisonjeada de ser convivido e aprendido um pouco com ela”.

Porta voz da família de Fernanda Young no velório , a professora de filosofia Graça Nascimento, amiga de longa data de Fernanda, compartilhou suas lembranças: “Era um furacão, uma mulher de uma alegria imensa, de generosidade extrema. ela era pura vida. É essa a lembrança que vai ficar dela, não só pra mim, mas para o Brasil todo”.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana