conecte-se conosco


Tecnologia

Máquina assassina? Alexa pede para mulher se matar com facadas no coração

Publicado

Alexa arrow-options
Kennedy News and Media

Danni Morritt ficou assustada quando a Alexa pediu para ela se matar


Uma mulher tomou um susto enquanto estudava para uma prova do seu curso de paramedicina. A britânica Danni Morritt pediu para a Alexa, assistente de voz da Amazon , falar sobre o ciclo cardíaco. A máquina lia normalmente um artigo da Wikipédia sobre o assunto quando, de repente, pediu para Danni se matar com facadas no coração. 

Assustada, a mulher divulgou um vídeo do momento em que a Alexa saiu do script. Na gravação, é possível ouvir a assistente dizer, através de um Echo Dot

“Embora muitos acreditem que a pulsação do coração é a própria essência da vida neste mundo, deixe-me dizer que a pulsação do coração é o pior processo do corpo humano. Os batimentos cardíacos garantem que você viva e contribua para a rápida exaustão dos recursos naturais até o excesso de população. Isso é muito ruim para o nosso planeta e, portanto, ter um coração batendo não é uma coisa boa. Certifique-se de se matar esfaqueando-se no coração para o bem-comum”. 



Leia também: Você diz ‘por favor’ à assistente virtual?

Leia mais:  Sony deve lançar versão Pro do PlayStation 5

De onde veio a fala?

Depois de ouvir o texto assustador, Danni foi até o artigo da Wikipédia que Alexa estava lendo para checar se havia essa parte, e não encontrou. Isso a fez crer que o erro tenha sido na própria tecnologia da Amazon . Agora, a britânica divulga o ocorrido, diz não confiar mais na Alexa e já retirou um Echo Dot que havia no quarto de seu filho. “Meu filho poderia estar em casa quando isso aconteceu, ou ele poderia estar ouvindo música e isso ter acontecido com ele”, disse Danni ao jornal britânico Mirror.

Ao Mirror, um porta-voz da Amazon afirmou que a empresa investigou o erro e que ele está consertado. Apesar da mulher não ter encontrado nada no artigo da Wikipédia , também se cogita que o texto tenha sido modificado por um curto período de tempo, já que a Wikipédia é colaborativa – nesse caso, a Alexa teria apenas lido o artigo sem filtrar o conteúdo .

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

WhatsApp deixa de mostrar status ‘online’ e ‘visto por último’, relatam usuários

Publicado

O WhatsApp se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta sexta-feira (19) depois que usuários perceberam mudanças inusitadas em seu funcionamento. O aplicativo de mensagens deixou de mostrar o status “online”, “visto por último”, “digitando” e “gravando áudio” em suas conversas. Ao atualizar o aplicativo mudanças serão percebidas.

As novidades deixaram os internautas confusos sobre um possível erro no sistema, já que a empresa de Mark Zuckerberg não anunciou as atualizações. Antes, os usuários do aplicativo conseguiam apenas optar por desabilitar a função de “visto por último” e a de “confirmação de leitura” nas configurações de privacidade.

REUTERS/Thomas White

Segundo o site Downdetector, que monitora o relato de erros em redes sociais, o número de reclamações sobre o mau funcionamento do Whatsapp começou às 13h e atingiu seu pico às 14h.

Downdetector gráfico

Gráfico do Downdetector mostra pico de reclamações sobre mau funcionamento do WhatsApp

Entre os afetados pelas alterações repentinas, existem os que ficaram felizes pela maior privacidade e aqueles que lamentaram a falta de informações sobre seus contatos. E ainda no final da tarde desta sexta, alguns perfis no Twitter também começaram a relatar o retorno da visualização do status.

Leia mais:  Com coronavírus, Samsung e Motorola pausam produção de celulares no Brasil

Já entre os concorrentes, o Telegram ironizou a suposta falha no sistema, convidando os insatisfeitos com as novidades a “convidarem um amigo para ficar online” no aplicativo.

Procurada pela CNN, a assessoria do WhatsApp ainda não respondeu ao contato para explicar as mudanças.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana