conecte-se conosco


Esportes

Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

Publicado

Lance

Jon Jones arrow-options
UFC/Divulgação

Jon Jones

Vindo de vitória sobre Thiago Marreta no UFC 239, realizado no dia 6 de julho, Jon Jones, mais uma vez, vê seu nome envolvido em nova polêmica. No último domingo (21), a emissora KRQE News 13 informou que o campeão meio-pesado do UFC está sendo acusado de assédio, resultante de um incidente que ocorreu em uma casa noturna situada em Albuquerque, no Novo México (EUA), em abril.

O americano teria dado um tapa de maneira inapropriada em uma garçonete que estava em serviço no estabelecimento TD’s Eubank Showclub, e também a puxou para o seu colo e beijou seu pescoço. Os detalhes surgiram de uma ligação que a garçonete fez para a polícia de Albuquerque em sua casa. A suposta vítima também afirma que Jon Jones aplicou um estrangulamento e a colocou no chão, apesar dela ter dito a ele para parar de tocá-la.

Leia mais: Adesanya provoca Jon Jones: “Agradece a Deus enquanto cheira nos bastidores”

Porta-voz do lutador, James Hallinan, em comunicado a KRQE News, negou as alegações feitas em nome do seu cliente e disse que o atleta não estava ciente das acusações até a notícia vir a público no último domingo: – Hoje a mídia falou com Sr. Jones sobre uma falsa acusação feita contra ele e os papéis foram enviados para o endereço errado. Porém, após receber os documentos pela imprensa, Sr. Jones foi imediatamente na Corte para pagar a pequena taxa de fiança e ele e outras múltiplas testemunhas estão prontos para quaisquer esclarecimentos sobre as mentiras que estão sendo ditas sobre ele – diz o comunicado. 

Leia mais:  Por que a camisa número 24 é “proibida” no futebol brasileiro?

Ainda de acordo com a emissora, um relatório mostra que o campeão meio-pesado do  UFC não compareceu à corte para uma sessão de acordo pela acusação feita em seu nome. Desta forma, um mandato de prisão contra o atleta foi emitido. Outros relatórios indicam que a corte tentou enviar uma carta para “Bones” sobre o mandato, mas não tiveram êxito.

Leia mais: Jon Jones repete finalização contra Lyoto Machida e apaga fã em evento; assista

Além disso, um representante da Jackson Wink, equipe onde o atleta treina, afirmou que Jon Jones foi à Corte no último domingo após tomar conhecimento, pela imprensa, do fato. Ao chegar ao local, o americano pagou 300 dólares em dinheiro como fiança.

Jones nega acusações 

Na manhã desta segunda-feira (22), Jon Jones se pronunciou através das redes sociais para comentar sobre mais uma polêmica em seu nome. Ao ser perguntado por um seguidor se estava em “apuros” novamente, o lutador tratou de negar qualquer problema, tranquilizando seus fãs. 

Leia mais:  Rodada de Natal da NBA terá Lakers x Warriors e encontro de MVP’s. Confira

– Eu, definitivamente, não estou em apuros, meu amigo. Não seja tão rápido em acreditar em tudo que você lê na Internet – disse Jon Jones , afirmando ainda que pretende retornar ao octógono do Ultimate em dezembro.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Abel vê evolução no Vasco e espera contar mais com a sorte

Publicado

por

source

Será que o jogo finalmente virou? É o que espera o técnico Abel Braga após a vitória de 1 a 0 sobre o Boavista, pela terceira rodada da Taça Guanabara. O gol de Germán Cano aos 48 minutos do segundo tempo aliviou o time, que já vinha sendo pressionado após um empate com os titulares e uma derrota jogando com os reservas nas duas primeiras partidas do Campeonato Carioca .

Apesar da atuação da equipe não ter sido boa, serviu para o único contratado na temporada de 2020 marcar seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina e garantir a primeira vitória do no ano. Abel Braga analisou a atuação de Cano e disse que torce para que a sorte finalmente tenha chegado ao Gigante da Colina.

“Ele (Cano) ainda está sofrendo um pouco. A nossa transição de defesa para intermediária melhorou um pouco, mas tá faltando melhorar no último terço. Enquanto não melhorar ele sofre um pouco, mas isso vem com o tempo. O importante era vencer e nós conseguimos. Quando é dessa maneira a gente fica na esperança de mudar um pouquinho a sorte, também precisamos dela. Temos um jogo quinta-feira, depois vamos esperar o Botafogo e logo tem um grande teste contra o Oriente Petrolero, pela Copa Sul-Americana”.

Ouça na Rádio Nacional 
Leia mais:  Renato Gaúcho reafirma sonho de treinar o Flamengo e a seleção brasileira

Mesmo com a vitória sobre o Boavista, a torcida presente no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, vaiou o time após o apito final do árbitro. Pouco tempo antes do gol de Germán Cano, o time de Saquarema quase marcou, mas parou na trave. Abel Braga comentou as críticas da torcida.

“Eu vou morrer falando enquanto estiver trabalhando no futebol: o torcedor é soberano, ele é soberano. Eles vieram, incentivaram, e tem momentos que eles não gostam e vaiam o time. Problema zero. Eu adoro essa torcida porque eles sabem que quando eu joguei, quando eu vestia essa camisa no campo, a minha alma ficava lá. O que eu estou tentando fazer é isso, que a alma desses jogadores fique ali. Hoje foi uma prova disso. Você ganhar da maneira que ganhou, no último momento, eu acho que tem alguma coisa dessa relação que eu tive com o torcedor quando era jogador e que espero ter como treinador”.

Abel Braga aproveitou também para explicar porque disse o termo “foi lindo”, dito após o clássico contra o Flamengo.

“Eu me referi aos trinta primeiros minutos da partida. Nossa equipe estava descaracterizada porque não tínhamos nenhum tipo de entrosamento. Treinamos dois dias para encarar uma equipe que joga junto e que no ano passado ganhou praticamente tudo o que disputou. Foi só isso. Eu não gostei do resultado, não gostei de perder para o Flamengo, mas eu adorei os trinta minutos e volto a repetir isso, mas se as pessoas entenderam de forma errada, eu não tenho culpa, não posso fazer nada. Por isso agora cada vez que eu falar, vou responder menos palavras. Assim ninguém me perturba, porque quando o Abel fala alguma coisa é o caos”.

Leia mais:  El manco Héctor Castro, o jogador deficiente que foi herói da Copa de 1930

O próximo compromisso do Vasco é contra a Cabofriense, quinta-feira (30), em São Januário, às 21h30. A expectativa é que Abel escale o time titular. Para o confronto com o Botafogo, domingo (2 de fevereiro), no Estádio Nilton Santos, o técnico deve escalar o time reserva, já que na quarta-feira (05 de fevereiro) o Vasco recebe o Oriente Petrolero, da Bolívia, no estádio São Januário, pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana