conecte-se conosco


Esportes

Lutador de Kickboxing morre por traumatismo craniano após evento em SP

Publicado


Rafael Beiton, lutador de Kickboxing do Recife, faleceu após passar mal em evento em Mogi das Cruzes
Reprodução/ Facebook

Rafael Beiton, lutador de Kickboxing do Recife, faleceu após passar mal em evento em Mogi das Cruzes

Na noite desta segunda-feira (11) o lutador de kickboxing, Rafael Beiton da Silva, de 31 anos, faleceu por traumatismo cranioencefálico após disputar um campeonato em Mogi das Cruzes, São Paulo.

Leia também:  Floyd Mayweather diz que está negociando com o UFC por 1 trilhão de dólares

Natural do Recife, o lutador de Kickboxing passou mal depois de sua quarta luta no domingo e foi levado ao Hospital Luzia de Pinho Melo, onde foi constatado o traumatismo. Ele passou por uma cirurgia, mas não resistiu, falecendo as 21h30 desta segunda-feira

Segundo relatos dos familiares de Rafael que estavam presentes no Ichiban Kickboxing, houve negligência dos organizadores do evento.

“Antes da quarta luta, soubemos que ele estava com o nariz quebrado e com dificuldade na fala. Um amigo o alertou que ele não tinha condições de seguir adiante, mas ele falou que ia lutar. Depois da luta ele foi encontrado desacordado no vestiário e socorrido”, relatou Michelle de Assunção, prima de Rafael.

Leia mais:  Nos pênaltis, Brasil bate o Paraguai e está nas semifinais da Copa América

Leia também:  Liverpool anuncia jogo beneficente em prol de torcedor agredido por ultras

“Não acreditamos que tenha sido negligência no socorro médico , mas sim do campeonato. Rafael fez duas lutas no sábado e duas no domingo. Contaram à minha prima que ele lutou sem proteção na cabeça. A competição não pode deixar um atleta lutar por livre e espontânea vontade, e sem proteção. Ele se entregava mesmo ao esporte e sempre queria vencer”, disse em entrevista ao site JC online .

O kickboxing é um conjunto de artes marciais e esportes de combate em pé baseados em chutes e socos, mas também para um estilo de arte marcial e desporto de combate.

O evento Ichiban Kickboxing é respeitado em todo o país. Organizado pela Confederação Brasileira de Kickboxing , o evento de Mogi das Cruzes teve 200 lutadores inscritos para disputar vagas para os próximos campeonatos organizados pela CBKb, além de uma oportunidade de lutar na Holanda.

Leia também:  Goleiro Bruno comete falta grave na prisão e não poderá sair antes de 2023

Leia mais:  Pogba elogia Solskjaer no comando do United: “temos sistema de jogo e estrutura”

Em comunicado oficial, os organizadores disseram que “No momento estamos ao lado da família auxiliando os trâmites para fazer a transferência para Recife onde será o velório e sepultamento no cemitério Santo Amaro”. Rafael também era professor de Kickboxing , era casado e deixa três filhos.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

Publicado

por

Lance

Jon Jones arrow-options
UFC/Divulgação

Jon Jones

Vindo de vitória sobre Thiago Marreta no UFC 239, realizado no dia 6 de julho, Jon Jones, mais uma vez, vê seu nome envolvido em nova polêmica. No último domingo (21), a emissora KRQE News 13 informou que o campeão meio-pesado do UFC está sendo acusado de assédio, resultante de um incidente que ocorreu em uma casa noturna situada em Albuquerque, no Novo México (EUA), em abril.

O americano teria dado um tapa de maneira inapropriada em uma garçonete que estava em serviço no estabelecimento TD’s Eubank Showclub, e também a puxou para o seu colo e beijou seu pescoço. Os detalhes surgiram de uma ligação que a garçonete fez para a polícia de Albuquerque em sua casa. A suposta vítima também afirma que Jon Jones aplicou um estrangulamento e a colocou no chão, apesar dela ter dito a ele para parar de tocá-la.

Leia mais: Adesanya provoca Jon Jones: “Agradece a Deus enquanto cheira nos bastidores”

Porta-voz do lutador, James Hallinan, em comunicado a KRQE News, negou as alegações feitas em nome do seu cliente e disse que o atleta não estava ciente das acusações até a notícia vir a público no último domingo: – Hoje a mídia falou com Sr. Jones sobre uma falsa acusação feita contra ele e os papéis foram enviados para o endereço errado. Porém, após receber os documentos pela imprensa, Sr. Jones foi imediatamente na Corte para pagar a pequena taxa de fiança e ele e outras múltiplas testemunhas estão prontos para quaisquer esclarecimentos sobre as mentiras que estão sendo ditas sobre ele – diz o comunicado. 

Leia mais:  Jornal italiano ‘garante’ Gabigol no Flamengo até o final da temporada

Ainda de acordo com a emissora, um relatório mostra que o campeão meio-pesado do  UFC não compareceu à corte para uma sessão de acordo pela acusação feita em seu nome. Desta forma, um mandato de prisão contra o atleta foi emitido. Outros relatórios indicam que a corte tentou enviar uma carta para “Bones” sobre o mandato, mas não tiveram êxito.

Leia mais: Jon Jones repete finalização contra Lyoto Machida e apaga fã em evento; assista

Além disso, um representante da Jackson Wink, equipe onde o atleta treina, afirmou que Jon Jones foi à Corte no último domingo após tomar conhecimento, pela imprensa, do fato. Ao chegar ao local, o americano pagou 300 dólares em dinheiro como fiança.

Jones nega acusações 

Na manhã desta segunda-feira (22), Jon Jones se pronunciou através das redes sociais para comentar sobre mais uma polêmica em seu nome. Ao ser perguntado por um seguidor se estava em “apuros” novamente, o lutador tratou de negar qualquer problema, tranquilizando seus fãs. 

Leia mais:  Jorge Jesus será o 11º técnico estrangeiro na história do Flamengo; veja a lista

– Eu, definitivamente, não estou em apuros, meu amigo. Não seja tão rápido em acreditar em tudo que você lê na Internet – disse Jon Jones , afirmando ainda que pretende retornar ao octógono do Ultimate em dezembro.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana