conecte-se conosco


Política

Lei estabelece igualdade em premiação esportiva entre homens e mulheres

Publicado

class=”olho”>RÁDIO CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ
11/02/2019
Lei estabelece igualdade em premiação esportiva entre homens e mulheres
Premiações entre homens e mulheres devem ser iguais nos eventos ou competições esportivas a partir da Lei Nº 6.306, escrita pelo vereador Abilio Junior e sancionada pelo prefeito Emanuel Pinheiro em outubro do ano passado. A lei vale tanto para premiações financeiras quanto simbólicas.
Segundo Abilio, autor da lei, o objetivo é fomentar a igualdade de gênero. “Ora, se as competições demandam o mesmo esforço físico ou mental, porque haver a diferenciação de premiação? Precisávamos avançar, quebrar essa barreira. E, foi pensando nessa diferenciação existente que decidimos criar a lei, com a ideia de acabar com os problemas que, muitas vezes, acabavam desestimulando as mulheres à prática desportiva”, explicou.
A lei vem exigindo a igualdade entre os gêneros e o descumprimento acarretará multa aplicada aos organizadores do evento ou competição no valor de dez vezes a diferença constada na premiação. Contudo, o valor arrecadado por ocasião de desacato, será aplicado no estímulo a práticas esportivas femininas.
“É triste ver que ainda existem muito pensamento pequeno em relação à igualdade entre homens e mulheres. Já fiz inscrição, paguei passagem e estava me preparando para participar de uma prova e quando chegou próximo da data descobri que a prova era praticamente só para os homens, pois a premiação era só masculina. Isso é muito constrangedor para mim como atleta”, relatou Evelyn Correa, atleta de corrida de rua há dois anos.
Para as mulheres que estão dentro do âmbito esportivo, a lei vem como resposta de uma luta continua e antiga. “Essa lei vai valorizar as mulheres no esporte e nos trará respaldo e resposta sobre o assunto. Então ela se torna de muita valia para nós mulheres”, completou Evelyn.
Susan Bento
Secom- Câmara Municipal de Cuiabá

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook
Leia mais:  PF investiga elo de Guedes com suspeitas em fundos de pensão
publicidade

Política

João Batista apresenta requerimento em defesa dos serviços públicos

Publicado

por

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual João Batista (Pros), considerado o porta voz do funcionalismo público dentro da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), apresentou durante a sessão vespertina desta última terça-feira (19), a criação da “Frente Parlamentar em Defesa dos Serviços Públicos”, criado em parceria com o Fórum Sindical, a proposição já conta com a assinatura de 10 deputados e entra na pauta dos trabalhos legislativos.

De acordo com o parlamentar, durante sua fala na tribuna, é preciso que os servidores públicos participem das discussões e sejam incluídos nas tomadas de decisões. “A luta do atual governo para retirada de direitos dos trabalhadores do serviço público é clara, taxando, de um modo geral, o servidor como principal vilão do déficit registrado dentro do orçamento do Estado de Mato Grosso”, disse o deputado.

Batista expôs ainda um rombo no valor de quase R$ 4 bi, que seriam oriundos de renúncia fiscal, onde o Estado abre mão de receita. “São situações como esta que acaba precarizando a prestação de serviços públicos de qualidade para a sociedade”.

Leia mais:  Concerto com peças de Mozart, Vivaldi e Bruckner ocorre nesta quarta (28) no Teatro Zulmira

De acordo com a proposição, a Frente Parlamentar irá debater temas como o plano de saúde ofertado aos servidores públicos (MT Saúde), avaliar e discutir com os setores da Segurança Pública e Educação. “O Poder Executivo afirma existir excesso de funcionários públicos, mas só para exemplificar, existe um déficit no batalhão da Polícia Militar de cerca de 3000 trabalhadores e na educação, quase 50% dos professores são contratados temporariamente”.

“Iremos também assegurar a discussão das diretrizes do Plano de Cargos e Carreiras e Salários (PCCS) de cada categoria, inclusive matérias orçamentárias. Assegurando o planejamento de pautas e reivindicações junto ao Fórum Sindical”, finalizou o deputado.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana