conecte-se conosco


Carros e Motos

Kia Sorento é revelado antes da estreia oficial

Publicado

Kia Sorento arrow-options
Divulgação

Compartilhando base com o Santa Fe, Kia Sorento mostra que evoluiu muito em sua nova geração

A Kia decidiu acabar com o mistério e revelar o Novo Sorento por completo antes de sua estreia oficial, que acontecerá durante o Salão de Genebra (Suíça) entre os dias 5 e 15 de março.

LEIA MAIS: Hyundai mostra teaser da renovação do hatch médio i30

O que mais chama atenção na dianteira é o novo arranjo da grade “focinho de tigre”, que teve os faróis integrados ao conjunto. As linhas bem demarcadas por arestas e ângulos agudos ajudam a passar a impressão de imponência. Destaque para os três “canhões de luz” nos faróis dianteiros.

Na traseira, o modelo não nega suas influências no grandalhão Telluride. As lanternas são divididas, criando um arranjo em quatro sessões. Apesar do porte, o Sorento continua menos “revolucionário” e tecnológico que o irmão de plataforma Hyundai Santa Fe . No interior, além do acabamento feito em materiais premium, há uma generosa central multimídia de 10 polegadas com as conectividades Apple CarPlay e Android Auto.

Leia mais:  Fiat confirma novo SUV nacional para 2021

LEIA MAIS: Veja 5 coisas que esperamos do novo Honda City

O conjunto mecânico será revelado durante o Salão de Genebra (Suíça), com a possibilidade de ao menos uma versão híbrida. Ao longo do primeiro semestre, a Kia deverá abastecer o mercado asiático. Em seguida, o modelo fabricado na Coreia do Sul será distribuído para o resto do mundo. 

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

General Motors confirma o fim da fabricante australiana Holden

Publicado

por

General Motors arrow-options
Divulgação

Parceira da General Motors desde a década de 30, Holden encerrará suas operações na Austrália, Nova Zelândia e Tailândia até o fim do ano

Em mais um passo no processo de reestruturação global, a General Motors anunciou que fechará a marca Holden na Austrália, Tailândia e Nova Zelândia, encerrando as operações nos países. A GM ainda terá o compromisso de abastecer os mercados com peças e serviços de manutenção até o fim da década.

LEIA MAIS: FCA e PSA anunciam acordo de fusão; confira os detalhes

Estima-se que 600 funcionários perderão o emprego no encerramento da Holden na Oceania. Em Detroit (EUA), Mary Barra, chefe-executiva da GM Global, afirma que fechar a representante no continente é uma decisão difícil, porém correta. 

Mark Reuss, presidente da GM, complementa a declaração de Barra dizendo que a marca tinha planos de reerguer a Holden, mas continuar atuando em um mercado fragmentado como a Oceania teria custo alto.

LEIA MAIS: Renault, Nissan e Mitsubishi revelam novas estratégias para 2020

Leia mais:  Kia Sportage renovado fica com visual mais arrojado, mas mantém parte mecânica

Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, se diz inconformado com a situação. “Estou desapontado, mas não surpreso. Sei que muitos australianos estão irritados neste momento”, disse ele. “Os nossos contribuintes colocaram milhões de dólares nesta companhia multinacional e eles simplesmente encerraram as operações”.

LEIA MAIS: Veja como a parceria entre Ford e VW vai impactar os carros elétricos

Aos poucos, a GM está abandonando mercados não-lucrativos para focar em regiões pontuais, como Estados Unidos, China, Coreia do Sul e Brasil. Em 2017, a fabricante vendeu as marcas Opel e Vauxhall para a Peugeot-Citroën.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana