conecte-se conosco


Carros e Motos

Kia Rio hatch já está homologado para ser vendido no Brasil

Publicado

Kia Rio arrow-options
Divulgação

Kia Rio: assim que o dólar baixar o hatch compacto será finalmente lançado no Brasil na versão hatch

Dessa vez, tudo indica que o Kia Rio vai mesmo chegar às lojas no Brasil. Conforme apurou a reportagem de iG Carros, o hatch compacto já está homologado e com tudo certo para começar a ser vendido no Brasil.

LEIA MAIS:  Kia KX3 será o novo SUV contra HR-V, Renegade e Creta. Chega em 2020

Chegaram a nos dizer que o Kia Rio chegará em janeiro, mas, na realidade, a fabricante espera apenas a cotação do dólar baixar para lançá-lo no mercado brasileiro, somente na versão hatch, nada de sedã.

Ontem (18) a moeda americana teve a maior cotação desde o início do Plano Real. Chegou a R$ 4,206, bem acima do que seria ideal para o Kia Rio ter um preço competitivo no Brasil. Com algo em torno de R$ 3,70,  o carro passaria a ter mais condições de enfrentar rivais como VW Polo , a nova geração do Chevrolet Onix, as versões mais equipadas do Fiat Argo, Toyota Yaris e outros.

O Kia Rio homologado para ser vendido no Brasil terá apenas com motor 1.6 flex, que rende até 130 cv  e 16,5 kgfm de torque a 4.700 rpm quando abastecido com etanol. Ainda no conjunto mecânico, o câmbio será automático, de seis marchas.

Leia mais:  Veja 5 modificações do carro que são proibidas

LEIA MAIS: Kia Rio chega à Argentina antes de desembarcar no Brasil

 Para ter força na briga com os principais rivais, o Kia Rio contará com itens com ar-condicionado digital, direção com assistência elétrica, revestimento de couro no interior, volante multifuncional, faróis de neblina, central multimídia compatível com Android Auto e Apple Car Play, controle de estabilidade, entre outros equipamentos.

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Laboratório afirma ter remédio contra Covid

Publicado

por

pcional e pode salvar vidas após ser aprovado pela agências reguladoras. Nós estamos trabalhando dia e noite para que esse produto seja aprovado e disponibilizado ao público”, disse Henry Ji em comunicado aos investidores.

Os testes foram conduzidos em laboratório, com o vírus in vitro. Agora, a Sorrento pretende pedir aos agentes reguladores da saúde nos Estados Unidos prioridade na liberação do medicamento, para que o remédio chegue o mais rápido possível à população.

De acordo com o laboratório, a fábrica em San Diego tem capacidade para produzir 200 mil doses do medicamento por mês. Antes mesmo da aprovação da droga, a Sorrento vai produzir 1 milhão de doses.

O anúncio foi bem recebido na bolsa Nasdaq, onde a empresa é listada. As ações da Sorrento estavam em alta de 161% na bolsa americana de tecnologia.

Comentários Facebook
Leia mais:  Toyota revela novos detalhes do Corolla Híbrido Flex
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana