conecte-se conosco


Política

Justino Malheiros e vereadores comentam resultado das eleições

Publicado

class=”olho”>NOTÍCIAS
10/10/2018
Justino Malheiros e vereadores comentam resultado das eleições
Arquivo/CMC

Toninho arregaçou as mangas e foi o mais votados dentre os vereadores cuiabanos candidatos a deputado
Na sessão plenária de ontem (9), o presidente da Casa de Leis da Capital, vereador Justino Malheiros (PV), parabenizou os vereadores Paulo Araújo (PP) e Elizeu Nascimento (DC) pela vitoriosa campanha à Assembleia Legislativa. Também estendeu parabéns aos outros postulantes, mas que não foram eleitos, salientando, contudo, a expressiva votação que todos arregimentaram. O resultado das eleições 2018 – pontuou Malheiros – evidencia claramente a imagem política do Legislativo cuiabano, que elegeu dois deputados sendo que outros 6 que também concorreram galgaram expressivo número de votos.
“Desde o início da nossa gestão, temos lutado para resgatar a imagem da Câmara Municipal perante a população, infelizmente maculada por força de fatos ocorridos em gestões anteriores. Não desistimos. Continuamos a impor medidas e ações que, paulatinamente, deram nova imagem ao Parlamento cuiabano. O resultado das eleições de domingo (7) confirmou aquilo que já tínhamos previsto: o Legislativo de Cuiabá voltou a ser a Casa do Povo na sua essência”.
Justino Malheiros disse que as eleições oficializaram, assim, uma esperança renovadora para o futuro. “Se, há dois anos, fôssemos prever que teríamos dois a três vereadores alçados a deputado estadual nestas eleições, seríamos desacreditados. Mas quando assumimos a Mesa Diretora, tomamos a reconstrução da imagem da Casa como um desafio, pois estávamos às voltas com pesado desgaste. Confesso que, nós, da atual Mesa Diretora, penamos para reverter esse quadro, recompondo-o passo a passo. O refazer, por vezes, é mais difícil do que a própria destruição. Mas, hoje, vemos que foi um trabalho exitoso, valeu a pena”.
Para reforçar as próprias palavras, o presidente Justino citou que não apenas os vereadores eleitos deputados tiveram excelente votação, mas também os demais pares que concorreram à Assembleia Legislativa, a exemplo de Toninho de Souza (com mais de 17 mil votos) Juca do Guaraná (mais de 15 mil) Lilo Pinheiro (mais de 11 mil) Sargento Joelson (mais de 10 mil) Mário Nadaf (mais de 9 mil) e Dilemário Alencar (próximo de 9 mil).
“No geral, encontramos uma contabilidade positiva na apuração das urnas, levando-se em conta a quantidade de votos que eles obtiveram nessas eleições. Isso demonstra a força da representatividade política desta instituição não apenas no município, mas em todo o Estado”.
Na sessão, outros vereadores também parabenizaram os colegas pela conquista do mandato estadual. Dr. Xavier enfatizou que “a Câmara volta a ter presença ativa no cenário estadual, o que demonstra a credibilidade do Parlamento perante a opinião pública”. Kero-Kero sublinhou que todos estão orgulhosos pela conquista dos vereadores Paulo Araújo e Elizeu Nascimento. O próprio Elizeu lembrou ter conquistado 2.700 votos em Várzea Grande e mais de 11 mil em Cuiabá, e agradeceu pela confiança do eleitorado em sua pessoa. Tanto Elizeu quanto Toninho destacaram o fato de terem sido votados em mais 100 municípios. Já o vereador Ledevino Conceição interpretou que a vitória dos colegas “é a tônica do sentimento de alegria que renasce na alma desta Câmara Legislativa”.
João Carlos de Queiroz/Elizângela Tenório – Secretaria de Comunicação Social – CMC

Leia mais:  Reeducandos devem pagar sua  própria tornozeleira eletrônica; projeto chegou à AL

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Secretário vê risco em reabrir escolas e afirma que neta estudante foi infectada

Publicado

Andhressa Barboza/ rdnews

O retorno das aulas presenciais em Mato Grosso não deve ocorrer em breve. Com risco alto de contaminação pela Covid-19, as escolas são locais críticos para espalhar o vírus e preocupa autoridades como o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Ele relata ter visto toda sua família ser infectada após sua neta de apenas 4 anos, que estava frequentando a escola, ficar doente e acabar contaminado parentes próximos.

Na minha família, até dias atrás, estavam todos contaminados e quem trouxe o vírus para casa foi minha neta de 4 anos que estuda em uma escola privada

Chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho

Ele contou o caso, que é recente, após ser questionado sobre um Projeto de Lei que tramita na Assembleia que prevê a inclusão das instituições de ensino públicas e privadas na lista de serviços essenciais.

“Eu tenho muita dúvida com relação a isso. Na minha família, até dias atrás, estavam todos contaminados e quem trouxe o vírus para casa foi minha neta de 4 anos que estuda em uma escola privada. Então, tenho muita dúvida com relação ao retorno das aulas”, alertou.

Leia mais:  Comunidades da região Oeste de Rondonópolis fazem reivindicações para beneficiar 20 mil moradores

Na última semana, o governador Mauro Mendes (DEM) sinalizou que não deve sancionar o projeto que já passou em primeira votação pela AL. Ele também alertou, sem citar o caso de Carvalho, que crianças podem ser infectadas e contaminar parentes.

“Você pega uma escola estadual como a presidente Médici, tem 2 ou 3 mil alunos uma escola dessa. Como vamos fazer? Temos que avaliar cientificamente e eu não gostaria de dar a minha opinião, até pelo que aconteceu com a minha família, mas é uma situação que vamos avaliar com muito carinho”, ponderou Mauro Carvalho.

Em relação ao PL, o secretário preferiu não ser direto em defender uma postura contrária. Mas quis deixar evidente o risco de abrir escolas em um momento crítico para a saúde pública que está em colapso há mais de um mês. Já são mais de 8,4 mil mortos pela doença no Estado e, diariamente, a fila de espera de pessoas graves que aguardam vaga em UTI passa de 100 pessoas.

Leia mais:  Unale proporciona troca de experiências durante encontro nacional

“Eu não conversei com o governador sobre essa situação (do PL), mas isso merece um estudo bem aprofundado para que a gente não cometa nenhum ato que vá prejudicar as pessoas. Os critérios precisam ser pensados com muito equilíbrio”, concluiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana