conecte-se conosco


Cidades

Justiça Eleitoral apresenta perfil do eleitorado cuiabano

Publicado

Cuiabá possui 378.097 eleitores em situação regular e com plenos direitos para escolher quem será o próximo prefeito da capital de Mato Grosso. Ao analisar o grau de instrução desse eleitorado, temos 25% com nível superior de educação, 9% com nível superior incompleto, 30% com nível médio, 14% com nível médio incompleto, 5% com nível fundamental completo, 13% com fundamental incompleto, 3% declararam saber ler e escrever, e 1% são analfabetos.

Fazendo a divisão por gênero, são 172.156 homens. Juntos, 22% possuem nível superior, 9% com nível superior incompleto, 30% com nível médio, 15% com nível médio incompleto, 6% com nível fundamental completo, 15% com fundamental incompleto, 3% declararam saber ler e escrever, e 1% são analfabetos.

 

A maior parte do eleitorado é composto por mulheres, elas somam 205.940. O nível de instrução delas também é maior. 28% possuem nível superior, 9% com nível superior incompleto, 30% com nível médio, 12% com nível médio incompleto, 5% com nível fundamental completo, 12% com fundamental incompleto, 3% declararam saber ler e escrever, e 1% são analfabetas.

Leia mais:  Assistência Social fecha 2019 com saldo positivo das ações e mais de 100 mil atendimentos

 

A faixa etária dos eleitores também foi analisada pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso. Jovens entre 16 e 20 anos representam 5% do eleitorado, a maior faixa está nos eleitores entre 21 e 39 anos, que representam 42% do total, já os eleitores entre 40 e 59 anos são 37%, dos 60 aos 79 anos são 15%, e acima desta faixa etária apenas 1%.

 

Fator atenção especial são os 1.639 eleitores que declararam possuir algum tipo de deficiência. A maioria, 680, informou possuir deficiência de locomoção, 356 deficiência visual, 221 deficiência auditiva, 147 dificuldade para o exercício do voto, entre outras dificuldades.

 

Em relação ao estado civil declarado, 54% disseram ser solteiros (as), 37% casados, 6% divorciados ou separados, e 3% são viúvos.

 

Em relação aos eleitores que estavam aptos a votarem na última eleição municipal, ainda no ano de 2016, houve uma redução do eleitorado, de 415.100 para os atuais 378.097. A redução foi motivada em sua maioria pelos eleitores que não participaram do cadastramento biométrico e tiveram seu títulos cancelados.

Leia mais:  Prefeitura apoia 13º Congresso Brasileiro de Educação Física; lançamento será nesta 4ª

 

Todos os dados estão disponíveis no site (CLIQUE AQUI)

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Enfermeiros trabalham com máscaras de péssima qualidade em VG

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Prefeitura entrega praça no Santa Helena completamente revitalizada

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana