conecte-se conosco


Mato Grosso

Jovens do Centro Socioeducativo de Cuiabá recebem capacitação profissional de informática

Publicado


Promover a ressocialização de jovens em conflitos com a lei por meio da qualificação profissional, é o objetivo da Secretaria de Estado de Segurança Pública, que promove uma capacitação com dez jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo de Internação Masculina (Case) – popularmente conhecido como Complexo Pomeri, no bairro Planalto, em Cuiabá.

O curso de informática teve início na noite desta segunda-feira (13.09). A aula inaugural contou com a presença do secretário Estadual de Segurança, Alexandre Bustamante, além do secretário municipal de Cuiabá, Francisco Vuolo, e representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), parceiros neste projeto.

“Estamos oportunizando aos menores em conflito com a lei uma capacitação de informática para que eles tenham no momento da saída um conhecimento, uma chance de ingresso no mercado de trabalho.  Este projeto é muito importante, pois quanto mais capacitação, treinamento e conhecimento eles tiverem, mais chances temos de mudar essa realidade e evitar o retorno para o caminho dos atos ilícitos”, declarou o secretário Alexandre Bustamante.

Leia mais:  Torneio de futebol vai arrecadar alimentos e brinquedos para ‘Operação Natal Feliz’ da PM e dos Bombeiros

O curso possui carga horária total 160/h aulas, ministrado presencialmente no período noturno, dentro de uma sala de estudos montada no Case.  Após a conclusão da capacitação, em 20 dias corridos, os alunos receberão certificados.

A estrutura; mesas, cadeiras, computadores e professor para ministrar o curso foi montada pelo Senai. Além disso, demais tratativas para ofertar este projeto aos jovens foram desenvolvidas pela união da Sesp-MT, Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Cuiabá e Associação Dai-me Almas, parceiros nesta ação.

O secretário municipal Francisco Vuolo, destacou que o projeto é extremamente relevante, pois “o trabalho socioeducativo é fundamental, um instrumento que vai oportunizar através do conhecimento”.

O gestor destacou ainda que a oferta deste curso oportuniza a redução nos índices de criminalidade no município de Cuiabá, melhorando a qualidade de vida do jovem cidadão.

A coordenadora da Associação Dai-me Almas, Cassyra Vuolo, articuladora de ações de qualificação para os jovens no Centro Socioeducativo destacou que este curso vai abrir portas aos jovens e contribuir para construção de uma sociedade humana, além de redução nos índices de criminalidade.

Leia mais:  Suspeito é preso com drogas, arma e caderno de anotações do tráfico de entorpecente
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicado


A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Leia mais:  Alunos plantam muda de árvore Nim indiano na Escola Técnica de Rondonópolis

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Leia mais:  Torneio de futebol vai arrecadar alimentos e brinquedos para ‘Operação Natal Feliz’ da PM e dos Bombeiros

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana