conecte-se conosco


Esportes

Jovem de 14 anos ferido em incêndio no CT do Flamengo tem alta de hospital

Publicado


Cauan Emanuel, de 14 anos, foi um dos feridos no incêndio que atingiu o CT do Flamengo
Reprodução

Cauan Emanuel, de 14 anos, foi um dos feridos no incêndio que atingiu o CT do Flamengo

No fim da tarde desta segunda-feira (11), um dos três meninos que estavam internados desde o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, na madrugada de sexta-feira, recebeu alta e voltou para casa.

Leia também: Flamengo vai pagar salários de jogadores da base vítimas de incêndio em CT

O jovem Cauan Emanuel, de 14 anos, deixou o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, após três dias internado. No domingo, o clube anunciou que ele tinha saído do Centro de Tratamento Intensivo – CTI e ido para o quarto. No incêndio ele teve ferimentos nas mãos e nos braços.

Cauan teve alta por volta das 17h, segundo a assessoria de imprensa do hospital. O garoto saiu por uma porta lateral, longe dos jornalistas que esperavam na entrada.

Ainda de acordo com o boletim emitido pelo Flamengo, Francisco Dyogo, atleta de 15 anos que está no mesmo hospital que Cauan, segue tendo dificuldades para respirar e ‘demanda ventilatórias de oxigênio’, apesar de apresentar melhora.

Leia mais:  Brasileirão 1988: Bahia campeão com a elegância sutil de Bobô

Quem aspira mais cuidados no momento é Jhonata Ventura, de 15 anos, que teve 35% do corpo queimado. O boletim revela que o jovem teve melhora nos parâmetros respiratórios, estabilidade demodinâmica e sua sedação foi suspensa.

Leia também:  Fifa 19 remove Emiliano Sala de jogo em respeito à sua morte e legado; veja

O Flamengo também informou que as queimaduras de Jhonata não pioraram e que o menino não apresentou febre nas últimas 24 horas. Ele é o único que está internado no Hospital Pedro II, referência em queimados no Rio de Janeiro.


Cauan recebe os jogadores do Flamengo que foram visitar sobreviventes do incêndio no CT
reprodução/ twitter Flamengo

Cauan recebe os jogadores do Flamengo que foram visitar sobreviventes do incêndio no CT

Antes de receber alta, Cauan encontrou com os jogadores do Flamengo que foram ao hospital visitar os feridos. Willian Arão, Diego, Juan, Everton Ribeiro, Vitinho, Rhodolfo e Diego Alves estiveram presentes, além de outros jogadores.

O atleta ganhou uma camisa número 07 com seu nome e autografada. Segundo seu empresário, Vanderlei Nogueira, o garoto ficou feliz com a visita.

Leia mais:  Rabiot é afastado novamente do PSG por noitada após eliminação na Champions

O elenco do time principal do rubro-negro se reapresentou hoje no Centro de Treinamentos visando a preparação para a semifinal da Taça Guanabara, contra o Fluminense. O jogo aconteceria no fim de semana, mas foi cancelado por causa do
incêndio que vitimou 10 atletas da base
e remarcado para a próxima quinta-feira (14), as 21h30.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

“Filme de terror”, relata Mattos sobre turbulência em voo do Palmeiras; assista

Publicado

por

“Foi um verdadeiro filme de terror.” É assim que o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, definiu o episódio de tensão vivenciado pela delegação do clube paulista na madrugada deste domingo (21) , durante voo para a cidade argentina de Mendoza.

Jogadores, dirigentes, integrantes da comissão técnica e demais membros do estafe do Palmeiras embarcaram por volta da meia-noite de sábado (20) em Fortaleza, onde o Verdão foi derrotado pelo Ceará em jogo do Campeonato Brasileiro. O grupo deveria desembarcar por volta das 6h da manhã em Mendoza, onde o alviverde paulista enfrentará o Godoy Cruz, pela Libertadores.

alexandre mattos arrow-options
Reprodução/TV Palmeiras

“Muito barulho, muita tensão”, relembra Alexandre Mattos sobre turbulência em voo do Palmeiras

Momentos antes da aterrisagem, no entanto, uma turbulência atingiu o voo palmeirense e o piloto do avião precisou arremeter duas vezes por conta do mau tempo. Após a segunda arremetida, o voo foi desviado para a cidade de Rosario.

“A turbulência foi aumentando. A sensação que dava é de que tinha alguma coisa empurrando as asas de baixo para cima. Foi bem aterrorizante”, relatou Mattos em depoimento à TV Palmeiras. “Eu olhava para o lado e era uma aflição muito grande, um clima de tensão. Uns rezando, os outros você via a cara de desespero, a sensação de impotência… Era muito barulho, muita tensão”, complementou.

Leia mais:  Tiago Reis entrega uniforme do Vasco a menino que improvisou camisa com durex

O segurança do clube Cristiano Oliveira disse ter pensado “é hoje” devido ao chacoalhar da aeronave, mas que jogadores como o lateral/volante Jean e o atacante Deyverson tentaram tranquilizar a todos. O episódio de pânico para os palmeirenses durou cerca de 40 minutos, segundo seu relato.

A delegação do Palmeiras passou o domingo na capital argentina, Buenos Aires, e fará nova tentativa de chegar a Mendoza nessa segunda-feira (22). A partida contra o Godoy Cruz, pelas oitavas de final da Libertadores, será disputada na terça-feira.

Leia também: Torcedores arremessam pipocas e cobram elenco do Palmeiras no Ceará

Confira o depoimento dos palmeirenses:

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana