conecte-se conosco


Cidades

Jornalista está na UTI com Covid

Publicado

A jornalista Elisângela Nepomuceno, proprietária dos sites MT de Fato e Nobres Notícias, está internada numa UTI do Pronto Socorro de Cuiabá com 75% do pulmão comprometido em razão de complicações do novo coronavírus (Covid-19). Nas redes sociais, seu filho, Paulo Ricardo, faz um apelo para que as pessoas parem de mandar mensagens a mãe, que segundo ele “se sente na obrigação de responder”, o que piora seu quadro de saúde.

“O momento é sério e delicado. Minha mãe está em estado grave, com 75% do pulmão comprometido, pedimos 2 coisas pra quem a conhece e quer ajudar essa mulher que ajudou muita gente ao longo da vida dela.

Pedimos que parem de mandar mensagem para ela, porque ela se sente na obrigação de responder e issoO marido de Elisângela, o também jornalista Joacir Luiz, está em isolamento domiciliar após apresentar sintomas do Covid-19.

A jornalista foi internada no último dia 21 de setembro após o diagnóstico do comprometimento do pulmão no Hospital Laura de Vicuña, em Nobres (124 KM de Cuiabá) e foi transferida para a UTI do Pronto Socorro de Cuiabá na última terça (22).

Leia mais:  Revitalização da praça do Novo Terceiro garante integração e bem-estar

O site Olhando a Noticia em nome de sua diretoria continua pedindo orações a essa jornalista respeitada e amiga.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Revendedoras de veículos usados deverão informar procedência

Publicado

Para resguardar os direitos do consumidor, mais uma proposta está em tramitação na Assembleia Legislativa. O Projeto de Lei 871/20, de autoria do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), determina que as revendedoras de veículos informem a procedência do produto, ou seja, terá que divulgar se é oriundo de leilão, locadora ou salvado de seguradoras.

Objetivo é esclarecer ao consumidor sobre a origem dos veículos colocados à venda, sob pena de multa de 500 a 10 mil UPFs caso haja descumprimento da lei.

Botelho destaca a necessidade de manter o consumidor muito bem informado, antes de fechar qualquer negócio. Por isso, defende o projeto para assegurar aos consumidores adquirentes de veículos usados e seminovos informações claras e precisas sobre a procedência dos veículos colocados à venda.

No projeto, alerta que os produtos com origem de leilões, locadoras de veículos e salvados, que são recuperados pelas seguradoras, possuem valor de mercado menor na tabela FIPE – principal referência para pessoas que querem comprar ou vender veículos usados ou seminovos. Organizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas desde 1973.

Leia mais:  Prefeitura leva ação de zeladoria para o bairro Areão

“O projeto é importante para o consumidor, pois nem sempre obtém as informações de forma clara e precisa”, declara o parlamentar, ao acrescentar que a medida evitará dissabores na aquisição desse tipo de bem. A proposta cumpre pauta e aguarda os pareceres das comissões de Constituição, Justiça e Redação – CCJR e de Defesa do Consumidor e do Contribuinte – CDCC.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana