conecte-se conosco


Esportes

Jogadores da seleção mexicana são flagrados em balada antes de amistoso

Publicado

Lance

Jogadores da seleção mexicana foram flagrados em balada arrow-options
Reprodução

Jogadores da seleção mexicana foram flagrados em balada

A crise está instalada na seleção mexicana. Após o revés para a Argentina na última terça-feira, quando a Tri foi goleada por 4 a 0, algumas fotos do elenco na noitada norte-americana foram divulgadas e agitaram os bastidores do selecionado.

Leia também: Jogadores do México fazem festa de 24 horas com drogas e 30 prostitutas

Sem rodeios, alguns jogadores da seleção mexicana admitiram que houve uma saída durante o período de concentração , mas garantiram que saíram com o consentimento da diretoria e justificaram que era a hora de folga.

A versão foi confirmada por Gerardo Torrado, gerente de futebol da Federação Mexicana de Futebol. Em conversa com a imprensa, o executivo deu mais detalhes e afastou a hipótese da ‘ balada ’ ter atrapalhado o rendimento da equipe dentro de campo.

“Estou ciente de tudo o que ocorreu, mas não podemos fazer nada. Os jogadores estavam de folga e cada um aproveita do jeito que prefere. Alguns gostam de jantar fora, outros de passear e tem aqueles que gostam de curtir a noite. Tudo dentro do programado e não tenho que pensar em punição sobre o caso”, afirmou à TUDN.

Leia mais:  De virada, Brasil vence Rep. Tcheca em último amistoso antes da Copa América

Fato é que a história não caiu bem para imprensa e torcida. Não é a primeira vez que a seleção mexicana se encontra neste tipo de situação. As vésperas da Copa do Mundo da Rússia, alguns atletas foram acusados de promover uma balada dentro da concentração com mulheres e causou uma grande confusão no país.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

por

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Leia mais:  Guardiola defende Mourinho após demissão: “Como técnicos, estamos sozinhos”
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana