conecte-se conosco


Mato Grosso

Jiu-jítsu Rotam inaugura novo espaço e abre mais 50 vagas para meninos e meninas

Publicado

O Batalhão Rotam, unidade do policiamento especializado da Polícia Militar, inaugurou na noite desta segunda-feira (18), em Cuiabá, o novo espaço do projeto social ‘Jiu-jítsu Rotam – Formando Cidadão’.

Na sede da unidade, no bairro Dom Aquino, onde há seis anos funciona o projeto, o novo tatame permitirá a ampliação do número de atletas atendidos de 100 para 150.

Os pais interessados em inscrever seus filhos ou praticar o esporte junto com eles já podem procurar o Batalhão Rotam, na Rua Major Gama, bairro Dom Aquino. Ou buscar informações pelo telefone: (65)98119-6430.

O ‘Jiu-jítsu Rotam’ atende crianças, adolescentes e adultos de ambos os sexos e de todas as idades. As aulas são divididas por faixas etárias e ocorrem nas segundas, quartas e sextas-feiras, sempre no período vespertino.

A solenidade de inauguração contou com autoridades militares e civis, entre as quais representantes do Judiciário e Ministério Público.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, destacou que o novo espaço significa bem mais que uma edificação que oferece melhores condições para a prática do esporte. “Representa a garra, a vontade de fazer a diferença, qualidades características do Batalhão Rotam”, assinalou Assis.

Leia mais:  "Entrega da BR-163 é um passo enorme para a competitividade de MT", afirma governador

O comandante lembrou que o projeto começou modesto, com 10 alunos, cresceu e ganhou a credibilidade e o respeito de todos. Assis elogiou a dedicação e o empenho do fundador, sargento Roderiky Cardoso, que continua à frente do projeto, e agradeceu as parcerias públicas e privadas que fortalecem o ‘Jiu-jítsu Rotam’. “Aos pais dos atletas agradecemos a confiança em nós depositada ao trazerem seus filhos para dentro dessa unidade da Polícia Militar”.

O comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel Cleverson Leite de Almeida, disse que além da responsabilidade de fazer o policiamento especializado existe uma preocupação em contribuir para formar cidadãos, de repassar valores importantes à cidadania. Ele lembrou que o Batalhão Rotam tem o Jiu-jítsu e também uma escolinha de futebol, sendo que esse último projeto foi implantado há poucos meses para 60 crianças e adolescentes que já estão participando do seu primeiro campeonato.

Resposta esperada

Laurilene Jurema Rondon tem dois filhos no Jiu-jítsu Rotam, uma menina e um menino. Breno Salgadinho, 13, é um dos alunos mais antigos, frequenta desde a fundação. Há quase um ano ela levou a filha caçula, Alice Fernandes, de 8 anos. Ela diz que os dois melhoraram o rendimento escolar e o comportamento em casa e com os amigos.

Leia mais:  Sema destaca contratação de analistas e melhorias técnicas para destravar CAR

“Sabe quando alguém fala que a mudança foi da água para o vinho? É isso que acontece aqui”, completa Edelana Gomes, amiga de Laurilene e mãe de Roger Gomes, 14, que está há anos no projeto. “As crianças melhoram em todos os lugares que frequentam. Tornam-se mais educados e responsáveis”, afirmou a mãe, fazendo referência aos filhos dela e das amigas.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Mais de 70% dos municípios não têm respiradores mecânicos disponíveis na rede pública de saúde em MT

Publicado

por

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana