conecte-se conosco


Entretenimento

Jared Leto tentou embarreirar a produção do ‘Coringa’ de Joaquim Phoenix

Publicado

Coringa arrow-options
Divulgação

Leto e Phoenix: duas interpretações distintas do emblemático vilão dos quadrinhos da DC

Como interpretar o personagem Coringa após a incensada performance de Joaquin Phoenix? Ainda mais depois que o filme dirigido por Todd Phillips, em cartaz nos cinemas, conquistou o Festival de Veneza, se tornou um dos favoritos ao Oscar e, segundo estimativas, deve arrecadar mais de 700 milhões de dólares no mundo. Para Jared Leto, que já encarnara o vilão no recente “Esquadrão suicida” (2016), a ameaça já era clara antes mesmo do filme ser produzido.

LEIA MAIS: Irmandade e Suits se destacam entre lançamentos da Netflix

De acordo com relatos publicados pela revista “The Hollywood Reporter”, o ator de 47 anos — vencedor do Oscar pelo trabalho em “Clube de compras Dallas” (2013) — fez o possível para embarreirar “ Coringa ” logo que soube de sua produção. Pessoas próximas a Leto afirmaram à revista que ele não só tentou convencer a produtora Warner Bros a cancelar o projeto, como também reclamou insistentemente sobre o caso com a Creative Arts Agency (CAA), agência de gerenciamento artístico à qual ele e Phoenix estavam vinculados. “Não estou sendo tratado adequadamente como um vencedor do Oscar”, teria argumentado o ator.

Leia mais:  Chumbo é eliminado do “BBB 20” e web celebra saída do surfista

E a polêmica não parou aí. Insatisfeito por diminuírem suas chances de estrelar um filme solo em franquia sobre o vilão, Leto rompeu o contrato com a CAA e assinou com uma agência concorrente. Ao “The Hollywood Reporter”, porém, ele nega que a decisão tenha sido tomada devido ao caso.

LEIA MAIS: “Sicário: Terra de Ninguém” e outros títulos deixam a Netflix nesta semana

Nos bastidores da indústria cinematográfica, no entanto, diversos comentários dão conta de que o ator havia se esforçado muito para defender o Coringa no decepcionante “Esquadrão suicida”, da DC Comics. Vale lembrar que o vilão já havia sido apresentado em performances marcantes de diferentes atores na história do cinema e da televisão — de Cesar Romero, na série dos anos 1960; a Jack Nicholson, em “Batman” (1989); e Heath Ledger, em “Batman: o cavaleiro das trevas” (2008).

Para sua versão do personagem, Leto apostou em dentes apodrecidos, olhos de sangue e cabelos verdes. E se dedicou, durante meses, a aterrorizar colegas: no set de filmagens, presenteou Margot Robbie com um rato vivo e levou o cadáver de um porco para os ensaios.

Leia mais:  Âncora de TV morre em acidente de avião durante reportagem

Acontece que o estúdio não ficou empolgado com esses esforços, afirmou uma fonte à revista. O resultado: a participação de Leto se resumiu a dez minutos na tela, após a edição. E as perspectivas para um filme solo minguaram ainda mais.

LEIA MAIS: Cinco provas de que Jennifer Aniston é a verdadeira rainha do Instagram

Hoje, apesar de Leto estar gravando “Little things”, do diretor John Lee Hancock — em produção da Warner —, é praticamente certo que o ator não será mais escalado para o papel de Coringa em produções de super heróis. Em “Aves de rapina”, com previsão de estreia para 2020, e na sequência de “ Esquadrão suicida ”, com lançamento para 2022, o personagem não será defendido pelo ator.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Cinemas de Cuiabá suspendem sessões por tempo indeterminado

Publicado

por

Os quatro cinemas de Cuiabá suspenderam as sessões, por tempo indeterminado, a partir desta quinta-feira (19) na capital mato-grossense por causa da pandemia do coronavírus. A medida foi adotada pelo Cinépolis, do Shopping Estação e Três Américas, CineAraújo, do Shopping Pantanal, e Cinemark, do Shopping Goiabeiras.

Segundo a direção desses cinemas, a medida atende à recomendação de autoridades sanitárias. Dessa forma, se tornou inevitável o fechamento provisório das salas de cinema no país a partir desta quinta-feira.

Além dos cinemas, os shoppings, que antes funcionavam a partir das 10h, passarão a abrir ao meio-dia durante a semana. Os locais vão funcionar até as 20h. O horário vale tanto para as lojas quanto para a praça de alimentação e cinema.

Nos domingos e feriados as praças de Alimentação abrem das 12h às 20h, e demais lojas, das 14h às 20h. As medidas atendem a recomendações do poder público para a redução de circulação de pessoas.

Comentários Facebook
Leia mais:  Baby boom das famosas: as estrelas que ficaram grávidas e tiveram filhos em 2018
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana