conecte-se conosco


Tecnologia

Instagram remove contas de apoiadores de general iraniano morto pelos EUA

Publicado

Olhar Digital

Publicações e contas solidárias ao general Qassem Soleimani,  morto pelos EUA, estão sendo banidas do Instagram arrow-options
Wikimedia Commons

Publicações e contas solidárias ao general Qassem Soleimani, morto pelos EUA, estão sendo banidas do Instagram


O Instagram está removendo contas e publicações que apoiam o general iraniano Qassem Soleimani de sua plataforma. A rede social, que pertence ao Facebook , é uma das poucas que não está bloqueada no Irã. Um porta-voz do Facebook disse, em comunicado à CNN, que a atitude é feita para cumprir as sanções dos EUA .

O general Qassem Soleimani era um dos homens mais poderosos do Irã, muito próximo ao líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei , e considerado o principal nome da inteligência militar iraniana. Soleimani foi morto no dia 2 de janeiro, em um ataque aéreo feito pelos EUA , em Bagdá, no Iraque .

Em protesto, o governo iraniano pediu uma ação legal, em todo o país, contra o Instagram . Chegaram até a criar um portal em um site do governo para que os usuários do aplicativo enviassem exemplos de postagens removidas pela plataforma, de acordo com a mídia local.

Leia mais:  Apple irá lançar cinco modelos de iPhone durante 2020, diz analista

Reprodução

Ao contrário do Instagram, o Twitter e o Facebook estão bloqueados no país, mas alguns iranianos acessam esses sites usando VPNs.

Um porta-voz do Twitter alegou que sua rede não está removendo postagens de apoio a Soleimani . Segundo ele, desde que os usuários do Twitter cumpram as regras da empresa, suas postagens não serão removidas.

Leia também: Anúncios políticos: Facebook e Instagram vão oferecer mais controle a usuários

Mão do governo

O Instagram encerrou a conta de Soleimani em abril do ano passado, depois que o governo norte-americano designou o Corpo Revolucionário da Guarda Islâmica (IRGC) como um grupo terrorista. Soleimani era um comandante do IRGC.

Em um tuíte condenando a plataforma, o porta-voz do governo do Irã, Ali Rabiei, chamou as ações do Instagram de “antidemocráticas”.

Como parte de sua conformidade com as leis norte-americanas, o porta-voz do Facebook disse que a empresa remove contas executadas por, ou em, nome de pessoas e organizações sancionadas. Ela também remove postagens que recomendam as ações de partes ou indivíduos sancionados. O porta-voz alegou ainda que o Facebook tem um processo de apelação, caso os usuários acreditem que a postagem foi removida por engano.

Leia mais:  Black Mirror? Aplicativo de namoro é desenvolvido com base no DNA dos usuários

Via: CNN Business

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

Publicado

por

Olhar Digital

A Xiaomi é uma empresa conhecida principalmente por conta dos seus smartphones que alinham desempenho com preços mais acessíveis, sobretudo no Brasil . Porém, a marca possui uma variedade gigante de produtos, muitos existentes apenas em mercados alternativos, como Índia e a própria China .

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Cama, capacete, mochila, bebedouro para gatos e diversos eletrodomésticos são apenas alguns exemplos. Agora, a empresa anunciou mais uma novidade: uma trena a laser .

Reprodução

O dispositivo é mais voltado para profissionais de obras e segmentos que necessitam medir distâncias longas e precisas . O Xiaomi Duka tem a capacidade de medir até 40 metros.

Anatel limita número de chips pré-pagos por CPF; entenda o motivo

Em comunicado, a empresa afirma que “não será mais preciso pedir ajuda para medir o seu quarto, algum objeto ou até mesmo ferramentas de trabalho. O novo dispositivo oferece medição precisa usando um laser de alta potência”.

Reprodução

A bateria do equipamento é surpreendente. Com 200 mAh, é possível fazer até 3.500 medições por carga. A trena é feita inteiramente de alumínio e, além de distância, é possível calcular o volume de salas , ângulos , diagonais e muito mais. O Xiaomi Duka vai ser vendido na China e na Europa com preço de 23 euros, aproximadamente R$ 111. Não há previsão para lançamento no Brasil .

Leia mais:  Nova ferramenta promete impulsionar influenciadores brasileiros no Pinterest

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana