conecte-se conosco


Cidades

Inscrições para a 33 ª Corrida Bom Jesus de Cuiabá dos 300 Anos começam nesta segunda

Publicado

As inscrições para 33ª edição da Corrida Bom Jesus de Cuiabá dos 300 Anos serão abertas a partir das 12h desta segunda-feira (25). Os interessados em participar do evento esportivo, podem se inscrever pelo site da Prefeitura de Cuiabá, clicando no banner da corrida, até sexta-feira (29). A Corrida traz este ano, o tradicional Palácio Alencastro como símbolo e a expectativa e alcarçar 5 mil inscritos.  A prova acontecerá no dia 14 de abril, com percurso de 10 km, envolvendo vários pontos turísticos da Capital.

No ato da inscrição, a pessoa deverá informar seu CPF, data de nascimento, sexo, endereço, telefone, tamanho da camiseta e profissão. Na sequência o sistema gerará um boleto no valor de R$ 50,00, que poderá ser pago em qualquer agência bancária até a data de vencimento.

Estão isentos da taxa de pagamento, as pessoas com deficiência e idosos acima de 65 anos. Essas pessoas que se enquadram nestas duas categorias deverão realizar suas inscrições na sede da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo. Todas essas e demais normativas estão previstas no regulamento da corrida, publicado no Diário de Contas nº 1473, no dia 14 de março, nas páginas 44 a 45.

Assim como nas demais edições, a Corrida envolve o social e o valor arrecadado com as inscrições será revertido em cestas básicas, doadas ao final para instituições selecionadas pela Assistência do Município. De acordo com o prefeito Emanuel Pinheiro a meta do ano do tricentenário é alcançar 50 toneladas de alimentos, batendo o recorde do último ano, onde a gestão distribuiu 30 toneladas.  

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá abre inscrições para voluntários trabalharem no Festival 300 Anos

“A força-tarefa é para arrecadarmos 50 toneladas e, assim, podermos ajudar um número bem maior de pessoas necessitadas. A primeira-dama está unindo forças ao objetivo, juntamente com a equipe da Secretaria de Cultura e vamos trabalhar para promover um grande evento esportivo/social neste mês de aniversário da nossa amada Cuiabá. Por isso, convite a todos que venham, façam suas inscrições e ajudem-nos a transformar vidas”, conclama o prefeito.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, o percurso de 2019 será o mesmo da edição passada, com largada no Parque das Águas, passando dentro do Centro Político, descendo a tradicional Avenida do Historiador Rubens de Mendonça, pegando a área central pela Getúlio Vargas, descendo a Joaquim Murtinho para sair na região da 15 de novembro, seguindo até a Orla do Porto. Ele explica que a decisão de mantê-lo é devido a boa avaliação que obtiveram dos participantes.

“Tivemos muitos elogios quanto ao percurso desenhado em 2018 e, diante disso, resolvemos mantê-lo. É um caminho sem subida, que facilita por causa do forte calor de Cuiabá e também que abrange vários pontos turísticos da Capital tricentenária. E como o prefeito bem disse, mais uma vez este ano, mantemos também o viés social da prova, revertendo o valor das inscrições em compras de alimentos, que serão doados aos mais necessitados”, reitera Vuolo.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá divulga editais de convocação de concursados para posse e atribuição

Ao todo, serão distribuídos R$ 25 mil em premiação.  Diferente dos outros anos, o evento traz quatro novas categorias –  as Categorias Destaques -, além das já tradicionais:  Idoso (a), melhor Fantasia, melhor Cuiabano (a) e a categoria melhor Servidor (a) municipal. Todos receberão premiação no valor de R$ 500,00.

Já a premiação para o geral (pelotão de elite) –  masculina e feminina – variam de R$ 3.000 a R$ 600,00. A categoria especial comtempla cadeirantes e pessoas com deficiências visual, física e intelectual, onde os vencedores levarão o prêmio de também R$ 500,00.

Segundo o secretário-adjunto de Esportes, Edilson Odilon, o tradicional evento vem somar à ações de incentivo para vários eixos, que vão além do esporte local.  “O evento auxilia não só a revelação de novos atletas, dando a eles visibilidade nacional e até mundial. A prova fomenta a cultura, turismo, manifestações folclóricas da cidade e a solidariedade entre os atletas e toda população”, destaca Edilson.

Confira regulamento em anexo:  


 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Assistência Social recebe 500 cestas básicas da Aprosoja para doação a famílias cadastradas nos Cras

Publicado

A contribuição soma com os outros trabalhos desenvolvidos pelo Município, visando amenizar os impactos da Covid-19

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência recebeu a doação de 500 cestas básicas na tarde desta quarta-feira (05). Desta vez, os mantimentos vieram da ajuda solidária da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja-MT) e faz parte do Programa Agrosolidário, que veio para complementar e amenizar a situação da crise social e econômica provocada pela pandemia da Covid-19 no Brasil. Mais de duas mil cestas já foram entregues pela iniciativa.

As cestas básicas, compostas por alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e de higiene pessoal serão distribuídas conforme demandas apresentadas pelas unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

“Essa doação veio para somar com os nossos trabalhos, que têm como foco principal as famílias em situação de vulnerabilidade social. Serão mais 500 famílias beneficiadas e atendidas nesse momento de enfrentamento a pandemia do novo coronavírus”, disse a secretária-adjunta de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Clausi Barbosa.

Leia mais:  Prefeitura disponibiliza listas dos pré-aprovados e não aprovados para o Nico Baracat III

Para o diretor administrativo da Aprosoja, Lucas Beber, essas ajudas que estão sendo realizadas às famílias carentes não só da Capital como de todo Estado foi a forma de retribuir e mostrar para qual missão a Associação foi criada em Mato Grosso. “Nós, da Aprosoja, gostaríamos muito de ajudar as famílias que foram atingidas pela Covid-19 e, por sermos uma associação de produtores de soja e milho, pensamos em doar alimentos. E o sentimento é de gratidão, de saber que essas famílias terão um pouco amenizada essa situação que o mundo está vivendo”, complementa Lucas.

“Esperamos que mais parcerias como essa da Aprosoja sejam efetivadas. Quanto mais doações mais famílias poderão ser assistidas”, concluiu Clausi.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana