conecte-se conosco


Mato Grosso

Índios cultivam soja sem agrotóxico em 2,2 mil hectares de lavoura em MT

Publicado

Por Eduardo Kotaki, TV Centro América

Os índios das etnias Manoki, Nambiquara e Paresi realizam a colheita de 2,2 mil hectares de soja convencional, em Campo Novo do Parecis, a 397 km de Cuiabá. Eles desenvolvem a agricultura nas terras indígenas há 15 anos e mais de 17 mil hectares são destinados ao plantio de grãos.

De acordo com o presidente da cooperativa indígena, Ronaldo Zokezomaiake, 95% do tratamento dos grãos são feitos sem o uso de agrotóxicos.

“Realizamos o tratamento biológico para tentar erradicar a questão química, pois temos cuidado com as questões ambientais”, pontuou.

A mão de obra é dos próprios índios que trabalham na terra para garantir o sustento da família.

“Fico muito orgulho de nós índios conseguirmos trabalhar dentro da própria terra”, ressaltou o encarregado da área, Jucinei Ozoizaece.

Para o operador de máquina Cleomar Azonazokae, de 23 anos, o trabalho que eles realizam na região é importante, pois não precisam buscar trabalhos fora de suas terras.

Leia mais:  Onze pessoas são presas por tráfico e uso de drogas em quatro cidades de MT

“É um prazer enorme de poder trabalhar com as máquinas e mostrar para o nosso povo do que somos capazes”, disse.

A venda

Os grãos colhidos na região são destinados às multinacionais para que seja realizado a exportação do produto.

No entanto, os índios não conseguem fazer a venda direta, pois não possuem o licenciamento ambiental nas áreas de cultivo. Com isso, eles realizaram uma parceria com os fornecedores de insumos, que passaram a ser os responsáveis pela negociação.

Os índios compram os insumos, fornecem o maquinário e a mão de obra e, em troca, recebem o valor total do lucro.

A cada saca de 60 kg, eles recebem R$ 63. Para os produtores, esse valor poderia ser maior se eles tivessem autonomia para explorar as próprias terras.

“É necessário um licenciamento. Estamos tentando resolver junto aos órgãos do governo e logo poderemos ter a origem do nosso produto e comercializar direto com os armazéns”, explicou o presidente.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

PM recupera nove veículos furtados em cinco municípios de MT

Publicado

por

Policiais militares de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sapezal e Pedra Preta, recuperaram durante o final de semana, de sexta a domingo (19 a 21.07), nove veículos, entre carros e motocicletas.

Na Capital, no bairro Bom Clima os militares receberam informações que uma moto Honda Bros, estacionada em frente a um prédio, estaria com queixa de furto. No local, os agentes confirmaram a denúncia.

Moto localizada no bairro Bom Clima, em Cuiabá

Já no Coophamil, também com informação de moradores, os policiais encontraram uma caminhonete Toytota Hilux com queixa de furto ocorrido em Sorriso. Estavam no veículo três pessoas, no entanto, duas fugiram quando viram a guarnição. Um adolescente de 16 anos foi apreendido.

Em Várzea Grande, no bairro Serra Dourada, militares da Força Tática estavam em ronda quando viram uma motocicleta Honda Fan estacionada em um terreno baldio. Em consulta ao sistema de roubos e furtos de veículos, os policiais averiguaram a existência de queixa de roubo do proprietário da motocicleta.

Em Pedra Preta, a guarnição abordou duas pessoas em uma Honda Fan, na rodovia BR-364. O piloto desobedeceu à ordem de parada e acelerou, caindo logo em seguida. Piloto e garupa conseguiram fugir a pé. O veículo possuía queixa de roubo.

Leia mais:  Homem é preso por agredir mãe idosa em Rondonópolis

No Setor Industrial, em Sapezal, a guarnição estava em ronda quando viu uma caminhonete Toyota Hilux abandonada em uma área de mata fechada. Na checagem, havia queixa de roubo.

Em Rondonópolis, quatro veículos recuperados. Um Volkswagen Voyage com queixa de roubo estava estacionado no pátio da rodoviária, no bairro Jardim Belo Horizonte.  

Moradores do bairro Jardim Rui Barbosa acionaram a guarnição sobre uma motocicleta Honda Fan abandonada em uma rua. Na checagem, havia registro do furto ocorrido em um supermercado.

No bairro Tancredo Neves, um Fiat Uno, que horas antes havia sido furtado em frente a uma igreja. No Centro, uma motocicleta Honda CG 150 com queixa de furto foi encontrada abandonada por policiais que faziam rondas.

Fiat Uno havia sido furtado em frente a uma igreja, em Rondonópolis

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Leia mais:  Serviços do Sine são oferecidos nas unidades do Ganha Tempo

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana