conecte-se conosco


Política

Indicações pedem melhorias para escolas em Canarana e Paranatinga

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Preocupado com as instalações de algumas escolas de Mato Grosso e buscando promover condições dignas aos estudantes, com a finalidade de melhorar o desempenho dos alunos, o deputado Paulo Araújo (PP) apresentou na sessão vespertina desta última quarta-feira (13), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), três indicações, que visam a melhoria da infraestrutura dessas instituições.

O parlamentar indicou à secretária de Educação, Marioneide Angélica, a necessidade de construção de uma nova sede para Escola 31 de março, localizada em Canarana, (distante 831 km de Cuiabá).  A solicitação foi requerida por uma comitiva de vereadores formada por Gilmar de Almeida, Claudir Sonemann, Ederson Porsch, Emmanuel Magni, Jeremias Rodrigues Laudemiro Vieira, Moacir Ataide, Paulo Goncalves, Pedro Teixeira, Rafael Govari e Robson Barbosa.

O vereador Gilmar de Almeida informou que atualmente as condições são precárias e que as aulas estão sendo ministradas em contêineres, que já se encontram deterioradas. “Os estudantes estão ficando alojados no galpão, a meu ver, desprestigia o aprendizado e a saúde mental dos estudantes e profissionais”, observou Gilmar.

Leia mais:  ALMT pode voltar a criar CPI sobre sonegação e renúncia fiscal

Paranatinga – As outras duas indicações são para a Escola Estadual Indígena Kurã Bakairi, Aldeia Pakuera (Central), situada no município de Paranatinga, a primeira é a construção de uma quadra escolar coberta e a segunda indicação é a reforma da referida escola.

O deputado ressaltou que boas condições de estrutura influenciam muito numa boa educação. “A educação é essencial para todos e um local adequado é de suma importância para um bom aprendizado”, concluiu o deputado.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

Juca Filho pretende criar ‘Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia’

Publicado

por

O vereador Juca do Guaraná Filho (Avante) apresentou o projeto “Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia”. A proposta do parlamentar sugere que a data seja celebrada, anualmente, no dia 12 de maio, com ações voltadas a reflexão e conscientização do assunto.
A fibromialgia, problema crônico que espalha dores pelo corpo inteiro e atinge entre 2 e 3% da população brasileira, estima-se que 4,8 milhões de pessoas têm a doença, mas apenas 2,5% desse total recebem tratamento adequado. Por se tratar de uma doença recém-descoberta, a comunidade médica ainda não conseguiu concluir quais são suas causas. Entretanto, já está pacificado que a doença atinge em sua maioria as mulheres na faixa etária de 30 a 55 anos.
“Em algumas vezes a doença não é facilmente diagnosticada, por isso queremos incluir o debate sobre a fibromialgia no calendário oficial do município”, explica o parlamentar.
O projeto já está tramitando na Câmara Municipal de Cuiabá desde o dia 9 de maio e Juca Filho conta com o apoio dos pares (Vereadores da Câmara), para aprovação da lei.
Porquê o dia 12 de Maio ?
A data lembrar o aniversário de Florence Nightingale. Nightingale , ela foi uma enfermeira inglesa do exército que se tornou doente crónica, enquanto estava na linha da frente. Muitos dos seus sintomas eram semelhantes aos da Fibromialgia e SFC/EM. Ela melhorou a assistência médica militar e fundou a primeira Escola de Enfermagem, mas estava de cama nos últimos 50 anos da sua vida.

Elizângela Tenório | Câmara Municipal de Cuiabá

Leia mais:  Parque Cuiabá ganha faixa elevada por indicação do vereador Misael

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana