conecte-se conosco


Política

Indicações do Vereador Misael inclui faixa de pedestre em frente a Policlínica do Coxipó

Publicado

As indicações são apresentadas duas vezes por semana nas sessões da Câmara Municipal de Cuiabá.
O vereador Misael Galvão (PSB) apresentou suas indicações de número 1215 a 1318 na última terça-feira, 23 de outubro. Dentre elas, está o pedido dos moradores da região em torno da Avenida Palmiro Paes de Barros, próximo a Policlínica do Coxipó, que pedem por uma faixa elevada com sinalização para pedestre na região.
A moradora da região, Laura Gonçalves, que precisa passar ali todos os dias para levar seu filho até a creche Municipal Embrião Silva Freire, reclama da dificuldade na travessia da avenida. “Devido ao trânsito na região, os carros passam em alta velocidade e o fluxo pela manhã é intenso, por isso vemos a importância dessa faixa. A travessia também é movimentada, são muitas crianças, idosos e trabalhadores que precisam passar por lá todos os dias”, afirma.
Dona Marli também sente a mesma dificuldade quando precisa atravessar a avenida para levar seu sobrinho até a Escola Municipal Maria Eugenia. “Precisamos e muito dessa faixa, pois levo meu sobrinho na escola e para atravessar é a maior dificuldade. Os carros passam muito rápido e muita gente tem que atravessar ali devido a policlínica e escola”, argumentou.
Para o vereador, que é ex presidente de bairro e sabe das necessidades de uma comunidade, apresentar as indicações e lutar por melhorias nos bairros é muito importante. “Vamos levar essa indicação até a SEMOB e cobrar para que seja implantada o mais rápido possível essa faixa elevada na região. É necessário que a população tenha o conhecimento sobre o papel de um vereador e participe do nosso mandato mandando indicações, ou até mesmo com projetos de leis importantes para a cidade”, completa o Vereador.
Indicações
As indicações são apresentadas duas vezes por semana nas sessões realizadas na Câmara Municipal de Cuiabá. Elas são sugestões que recebemos da população e levamos até o plenário buscando formas de realizá-las. Muitas indicações enviadas pelo vereador foram realizadas, entre elas, está a reforma do PSF do bairro Doutor Fábio e a pavimentação do bairro São Roque.
“Estamos sempre abertos para receber as indicações da população, pois lutamos por uma Cuiabá melhor e bem estruturada”, reforça o Vereador.
Linha direta para população participar do nosso mandato
WhatsApp: 65 9 9912-9303
Telefone: 65 3617-1533
Fanpage: Misael Galvão
Instagram: Misael.Galvão

Leia mais:  Estado tem 8 óbitos por Covid em 12 horas; VG chega a 14 e lidera mortes

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Mendes autoriza vacinar professores após forças de segurança

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) autorizou a reserva de 10% das vacinas contra a covid-19 que o Estado receber para a imunização dos profissionais da educação das redes públicas e privadas. A informação é do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Segundo Carvalho, a decisão ocorreu na manhã desta segunda-feira (12) durante reunião com os secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo (Saúde), e da Educação, Alan Porto.

“Estamos fazendo um ofício para a Secretaria de Saúde, solicitando que após a vacinação dos profissionais das forças de segurança, que também sejam imunizados os profissionais da educação”, disse durante entrevista ao programa Tribuna da rádio Vila Real FM.

A decisão tem por base a pressão por parte dos deputados estaduais e do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep). Isso porque na semana passada, os deputados aprovaram em 1ª votação a educação como serviço essencial na pandemia. Caso seja aprovada em 2ª votação, as aulas presenciais poderão retornar.

Com isso, muitos deputados cobraram que os professores entrassem na lista de prioridades para a vacinação no Estado, já que o retorno das aulas está em votação.  O projeto de retorno às aulas garante que a rede privada pode voltar com as aulas presenciais. Já  na rede pública poderia ocorrer de maneira virtual, até que se criem as condições para o retorno presencial.

Leia mais:  Grande Morada da Serra terá restaurante popular, afirma Adevair

O Sintep chegou ameaça greve em fevereiro, caso o governo determinasse o retorno das aulas presenciais. Atualmente as aulas continuam remotas e o governador Mauro Mendes (DEM) aprovou na Assembleia um projeto para a compra de notebooks e o auxílio internet para mais de 15 mil professores da rede pública estadual.

O valor depositado aos professores é de até R$ 6.020. Os profissionais terão que comprovar a compra dos computadores e a assinatura da internet.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana