conecte-se conosco


Esportes

Ídolo do Santos e campeão mundial em 1962, atacante Coutinho falece aos 75 anos

Publicado

Coutinho, ex-atacante do Santos, fez sucesso nas décadas de 60 e 70
Reprodução

Coutinho, ex-atacante do Santos, fez sucesso nas décadas de 60 e 70

Na noite desta segunda-feira (11) o ex-atacante do Santos, Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, faleceu no litoral de São Paulo aos 75 anos.

Leia também:  Por confusão, Moisés e G. Henrique pegam um jogo de suspensão no Paulista

A informação foi repassada pelo assessor de imprensa da equipe alvinegra, Luiz Lombardi, e posteriormente confirmada pelo clube que publicou em seu Twitter oficial uma despedida a Coutinho, ‘um dos seus professores’.

Juntamente com Pelé, Coutinho marcou uma era no Santos e atuou com a camisa da equipe de 1958 a 1970. Conquistou 19 títulos e marcou 370 gols em 457 partidas. Até hoje é o terceiro maior artilheiro do clube, quinto maior artilheiro da história do Torneio Rio-São Paulo com 34 gols e quinto maior artilheiro dos clubes brasileiros.

Leia mais:  Higuaín rebate vice-primeiro-ministro italiano que o chamou de “mercenário”

Além da equipe do litoral, o atacante também jogou pelo Vitória, Portuguesa, Club Atlas, Bangu e Saad, de São Caetano do Sul.

Leia também:  Convocado para a seleção, David Neres diz que não atendeu ligação de Tite

Coutinho defende a seleção brasileira de futebol entre 1960 e 1965. Na véspera da Copa do Mundo de 1962, em que o Brasil foi campeão, o atacante se lesionou e perdeu a vaga para Vavá, ficando no banco durante toda a competição.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Conmebol promove encontro de técnicos e apenas dois brasileiros comparecem

Publicado

por


A Conmebol realizou encontro entre técnicos que disputam a Libertadores 2019
Divulgação/ Conmebol

A Conmebol realizou encontro entre técnicos que disputam a Libertadores 2019

Nesta terça-feira (19) a Conmebol promoveu um encontro de treinadores dos clubes que participam da Copa Libertadores de 2019 em sua sede, no Paraguai.

Leia também: Gabriel Jesus fala sobre momento da carreira e diz ter superado Copa sem gols

O encontro tinha como objetivo promover uma discussão sobre o momento do futebol sul-americano e propor melhoras no regulamento da principal competição do continente como controle de doping, valores comerciais, premiações e até análise do árbitro de vídeo (VAR).

Na atual edição do torneio organizado pela Conmebol , sete clubes brasileiros estão na disputa: Cruzeiro, Athletico Paranaense, Palmeiras, Internacional, Grêmio, Flamengo e Atlético Mineiro.

De todos os treinadores brasileiros apenas Mano Menezes (Cruzeiro) e Tiago Nunes (Athletico Paranaense) estiveram presentes no evento. A dupla Gre-Nal enviou auxiliares técnicos e os outros times não compareceram. O Brasil foi o único país em que representantes faltaram na reunião.

Leia mais:  Torcida do Nantes faz homenagem a Emiliano Sala e emociona técnico. Assista

“Hoje é um dia muito importante para nós, para mim em particular e para toda a nossa equipe. Hoje queremos escutá-los para crescermos juntos”, comentou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

Leia também:  Neymar faturou cerca de R$ 10 milhões por gol em 2018; veja infográfico

Além de Domínguez outros membros da diretoria da entidade falaram durante o evento. Mariano Zavala, membro da unidade disciplinar da Conmebol, ressaltou a importância do torneio acontecer com ‘respeito, integridade e jogo limpo’.

Wilson Seneme, membro da Comissão de Árbitros, se posicionou sobre algumas polêmicas que envolveram o uso do árbitro de vídeo na Copa Libertadores de 2018. “Nosso objetivo para esse ano é que o VAR esteja em sua plenitude de aceitação no futebol para fazer justiça”, disse ele.

Lembrando que o recurso tecnológico já está disponível na competição desde as quartas de final da edição passada.

Sobre o controle mais rígido do doping, o representante da Comissão Médica e Unidade Antidopagem da Conmebol, Osvaldo Pangrazio, afirmou que o propósito da área é ‘proteger os atletas’.

Leia mais:  Fundação Vidas dará suporte às famílias das vítimas da tragédia da Chapecoense

Leia também:  Torcida do Botafogo-SP invade Mirassol para jogo decisivo do Paulista; assista

No fim do encontro , que durou apenas um dia, o treinador do River Plate e atual campeão da Libertadores, Marcelo Gallardo, foi homenageado pela entidade. Todos os treinadores já foram liberados do compromisso e amanhã Mano e Tiago estarão aptos a comandar seus times nos estaduais.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana