conecte-se conosco


Cidades

Hospital em Cuiabá informa 38 casos suspeitos de Coronavírus

Publicado

O Hospital São Mateus, de Cuiabá, emitiu um boletim no qual informa ter atendido 38 pacientes com quadro suspeito de coronavírus. Conforme o comunicado da unidade hospitalar, esses atendimentos ocorreram entre o último dia 14 até esta segunda-feira (23).

Ainda conforme o boletim, nenhum caso foi confirmado.

Do total de casos suspeitos que foram atendidos, 2 foram descartados, 33 foram encaminhados para isolamento domiciliar, 2 estão internados em unidade aberta e 1 segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. O hospital não divulga informações detalhadas sobre os pacientes, nem mesmo sobre o que se encontra internado.

Diante dos avanços da pandemia de coronavírus, o hospital criou um Comitê de Gerenciamento composto por colaboradores de diversas áreas de saúde para assegurar qualidade assistencial aos pacientes em geral e, em especial, aos pacientes com suspeita da doença.

 

Casos suspeitos e confirmados

no Estado Até este domingo (22), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou dois casos confirmados de coronavírus, sendo um em Cuiabá e outro em Várzea Grande, e 183 suspeitos em todo Mato Grosso. Os casos são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do estado e dos municípios. Outros dois casos foram confirmados por hospitais particulares, mas ainda aguardam contraprova do Estado.

Leia mais:  Lei garante atendimento psicológico nas escolas de MT

Até o momento, foram monitoradas 259 ocorrências no Estado. De acordo com informações da área técnica da SES, 23 casos foram descartados e 51 foram excluídos por não preencheram critérios de definição para Covid-19. O aumento no número de casos suspeitos também é consequência da atualização do protocolo de definição de caso, conforme direcionamento do Ministério da Saúde.

A área técnica também esclareceu que o sistema de informação oficial segue instável, o que justifica a possibilidade de os dados estarem discordantes daqueles que poderão ser apresentados pela plataforma do Ministério da Saúde.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Cédulas poderão ser solicitadas de forma eletrônica

Publicado

por

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) e a Prosix System concluíram uma ferramenta integrada à Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI-MT), chamada “Distribuição de Serviços”. Por meio dela, o usuário poderá solicitar cédulas de forma eletrônica a todos os Cartórios de Registro de Imóveis do Estado.

Segundo o presidente da Anoreg-MT, José de Arimatéia Barbosa, cinco cartórios estão servindo como pilotos: 1º Ofícios de Campo Novo do Parecis, Juara, Paranatinga, Poxoréu e Tapurah. “A CEI-MT passou por uma atualização de versão e, agora, está apta a receber e enviar cédulas de forma eletrônica. Agora, os cartórios podem receber os pedidos eletronicamente para registro de cédulas, que é o primeiro serviço a ser padronizado pelas serventias de Mato Grosso. Brevemente, a ferramenta contará com outros tipos de serviços”.

A ferramenta ainda não está liberada para acesso, pois o setor de desenvolvimento ainda está realizando os ajustes necessários.

Segundo o diretor de Registro de Imóveis da Anoreg-MT, Oldemir Schwiderke, “o projeto desenvolvido pela Associação é muito importante, pois, nos tempos modernos, onde as ferramentas tecnológicas estão à disposição, devem ser utilizadas para que possamos prestar um serviço de forma célere. Devido a isso, os serviços registrais não podem ficar à margem deste sistema, mas, sim, deverão fazer sua adequação para que possam prestar o serviço de maneira rápida, mas não menos segura. O trâmite dentro do serviço registral continuará o mesmo, não havendo modificação, pois o que muda é a forma de recebimento e remessa do título para o registro”, destacou.

Leia mais:  Câmara aprova crédito para vários ministérios; Senado não votou

Ele acrescentou que “a qualificação dos títulos apresentados continuará sendo atribuição do oficial, conforme determina a lei, sendo essa de sua inteira responsabilidade. Desta forma os serviços de registros serão prestados de forma rápida, segura, e sem a necessidade de presença física das partes, situação essa que todos almejam, ou seja, um serviço de excelência”.

Segundo Djalma Ribeiro, administrador da empresa Prosix, desenvolvedora da CEI-MT e de sistemas para cartórios de Mato Grosso, “a nova versão 2.0 da CEI-MT vem com grandes avanços tanto para clientes como para as serventias, podendo enviar e receber serviços com processos mais específicos e, desta forma, trazer mais segurança e agilidade no processo de entrega para o cliente final”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana