conecte-se conosco


Polícia

Homem suspeito de estuprar criança de 4 anos é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Suspeito de estuprar uma criança de 4 anos, José da Silva Oliveira, 32 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (08), em cumprimento de mandado de prisão preventiva, na cidade de Sorriso (420 km ao Norte). A investigação foi desenvolvida pela Divisão de Defesa da Mulher da Delegacia da Polícia Civil de Sorriso.

O suspeito, conhecido por Jatobá, estava sumido da cidade desde o primeiro turno da eleição, quando saiu à ordem de prisão, mas os policiais não podiam cumprir em razão a da legislação eleitoral. Nesta manhã, os investigadores receberam notícia de seu retorno e passaram a monitorar locais onde ele poderia estar.   

Jatobá foi  preso no bairro São Mateus, em Sorriso, e responderá processo criminal por estupro de vulnerável. Na Polícia Civil, foi denunciado em agosto deste ano pela mãe da menina de 4 anos, que foi molestada por ele. A perícia confirmou que a menina sofreu lesões na vagina e a própria vítima contou a mãe e também aos policiais que o suspeito havia colocado o dedo em sua vagina. A mãe ainda contou que a criança sangrava também.

Leia mais:  PRF retira de circulação 80,5 toneladas de excesso de peso

Segundo a mãe, a filha se queixou de dor durante o banho e não deixava lavar suas partes íntimas, revelando em seguida que o Jatobá havia lhe molestado. A partir do registro do boletim de ocorrência no dia 12 de agosto e confirmação do estupro via laudo pericial, a Polícia Civil representou que pela prisão do suspeito.

Ainda de acordo com a mãe, o estupro aconteceu na casa do avô materno, durante um fim de semana.  O suspeito é natural do Estado do Maranhão e conhecido do avô da criança, que o hospedou por alguns dias em sua casa. Ele estava em um dos quartos do imóvel quando a menina entrou e foi estuprada.

O mandado de prisão foi decretado pela 2ª Vara Criminal de Sorriso.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Derf Barra do Garças fecha o ano com redução dos índices de roubos e furtos na regiao

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Atuando no combate a crimes contra o patrimônio, como roubo, furto e receptação, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá) fecha 2019 com redução nos índices de criminalidade na região, demonstrando a eficiência do trabalho prestado ao longo do ano.

O balanço anual demonstra que em 2019, a Derf Barra do Garças instaurou 330 inquéritos e concluiu 545; realizou 1.601 oitivas; efetuou 50 prisões de pessoas suspeitas; cumpriu 48 mandados de buscas; além da apreensão de 47 munições, 6 armas de fogo e 15 veículos.

Ao longo do ano, foram deflagradas 13 operações policiais, sendo algumas integradas, provenientes das diligências investigativas conduzidas pela Derf de Barra do Garças, visando a elucidação de crimes, identificação e desarticulação de grupos criminosos atuantes na região.

Outro ponto de destaque, foi a recuperação do total de 18 toneladas de materiais de construção, além de mais de 100 cabeças de gado, oriundos a crimes de roubos e furtos. Também foram retiradas de circulação cerca de 20 quilos de entorpecentes.

Leia mais:  Polícia Civil de Alto Boa Vista cumpre prisão de homem ateou fogo em esposa em Goiás

As operações desencadeadas contaram com apoio das forças de segurança pública, como Polícia Militar de Mato Grosso, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Polícia Civil de Goiás, Polícia Militar de Goiás, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Segundo dados do sistema  da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), as ações da unidade especializada no ano de 2019 resultaram na redução de 35% dos crimes de furtos e 34% dos crimes de roubos.

De acordo com o delegado titular da Derf, Wilyney Santana Borges Leal, os números demonstram que a Regional de Barra do Garças foi a que mais reduziu o crime de furto em todo Estado, ficando em segundo lugar na redução dos crimes de roubos.

“Todo trabalho só foi possível por uma atuação conjunta dos órgãos de segurança e também a uma ação firme do Ministério Público e Judiciário, os quais atenderam aos pedidos de cautelares formulados. Por fim é necessário destacar o profissionalismo, dedicação e motivação de todos os servidores da Derf no desenvolvimento das investigações”, destacou o delegado.

Leia mais:  Efetivo da Delegacia da Mulher de Cuiabá passa por treinamento técnico-operacional

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana