conecte-se conosco


Cidades

Há 30 anos no transporte público, motorista explica aprovação do serviço por 72% dos usuários

Publicado

Há 30 anos no transporte público motorista explica aprovação do serviço por 72% dos usuários

Levantamento feito pela Consulting do Brasil leva em consideração tratamento dado pelos profissionais e critérios como prudência ao dirigir

Quando deu início à carreira no transporte público, em 1986, o motorista Valdir Batista, 47, se deparou com um cenário muito diferente do que observa hoje. Junto a centenas de passageiros viu a pressa e uma série de conflitos darem lugar a amistosidade e bom atendimento. Condutas que vêm sendo incentivadas entre todos os profissionais e que resultam em aprovação de 72,91% dos usuários do transporte público na Capital, segundo A Pesquisa de Opinião da empresa Consulting do Brasil.

O levantamento, encomendado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), mostra que, deste total, o tratamento dado pelos motoristas foi apontado como ótimo por 9,27% dos entrevistados, e bom por outros 63,64%. “É uma melhora que percebemos no dia a dia. Antes era uma situação meio conturbada e não tinha tanta preocupação com essa relação como temos agora”, diz Valdir.

Leia mais:  Feirão da Caixa conta com mais de 10 mil imóveis em leilão

Tal mudança, segundo o diretor de Transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Nicolau Budid, é atribuída a investimentos em cursos e palestras voltados ao setor. Sendo assim, a capacitação é apontada por ele como palavra chave para a obtenção de resultados, uma vez que, a mesma pesquisa mostra que 89,01% dos usuários considera que os condutores são prudentes ao dirigir. Desta porcentagem, 5,76% classifica os profissionais como imprudentes e 5,23% não soube avaliar.

Nicolau explica que o levantamento é realizado anualmente desde 2016 e que seus resultados ajudam a nortear as ações para o setor. “O efeito desse trabalho pode ser constatado facilmente. Esta não é a primeira vez que alcançamos bons índices neste quesito da pesquisa, o que nos deixa muito satisfeitos e estimula a busca por outras melhoras. Sabemos que o transporte público é estigmatizado e que há pontos a serem melhorados, mas isso mostra que estamos no caminho.”

À frente da linha 301, que liga o Jardim Vitória ao Centro da Capital, Valdir se depara diariamente com rostos e histórias que o motivam a prestar o bom serviço. “Comecei como cobrador, depois motorista de micro-ônibus e em 2010 fui contratado pela Pantanal Transportes, onde estou até hoje. Durante esse tempo sempre procurei conversar e aprender com as pessoas que conheço pelo caminho. É assim que a gente cresce como profissional e como pessoa também.”

Leia mais:  O futuro já começou! Cuiabá +300

Em sua avaliação este processo também tem relação com a postura da população frente à melhoras no serviço oferecido. “Quando houve uma alteração na lei de gratuidade para os idosos, que precisam apresentar a identidade aos motoristas achamos que haveria desentendimentos, mas foi tudo tranquilo. É claro que nem todo dia é perfeito. Sempre vai ter uma coisinha pra resolver, mas sentimos que essa facilidade na convivência tem aumentado.”

Com relação ao atendimento dos funcionários, 44,97% considera bom ou ótimo, enquanto 29,27% regular, 8,21% ruim, 4,11% péssimo e 13,44% não soube opinar. A Pesquisa de Opinião foi realizada entre 09 e 19 de julho de 2018, por meio de entrevistas presenciais com 1.509 pessoas, em 32 linhas de ônibus diferentes. Os passageiros foram ouvidos dentro dos veículos e por diferentes pontos de ônibus na Capital.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Feirão da Caixa conta com mais de 10 mil imóveis em leilão

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Prefeito lamenta morte do desembargador aposentado Teomar Oliveira

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana