conecte-se conosco


Cidades

Guedes diz que auxílio emergencial deve chegar ao fim em dezembro

Publicado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (9) que o governo está reduzindo gradativamente o auxílio emergencial e que pagamento deve chegar ao fim em dezembro. Guedes considera que o Brasil lidou bem com a pandemia, se comparado com outras economias.

 

“Entre essas reformas estruturais, depois de encontrar a pandemia, um dos pontos mais importantes, além da questão regulatória, de gás natural, mineração etc, abrimos a economia para investimento estrangeiro. Acho que antes do fim do ano, vamos dar outro sinal forte de que estamos reduzindo os subsídios de forma geral no Brasil. Acho que isso vai acontecer antes do fim do ano. Será um outro sinal”, afirmou Guedes a investidores.

Guedes também disse que “há apenas dois dias, o presidente deu outro sinal, o anúncio de que auxílio emergencial, que ajudou na recuperação, será removido em 31 de dezembro. Nós já reduzimos à metade e agora, no final do ano, vamos removê-lo. Demos esses sinais de que vamos reduzir os gastos com a pandemia”.

Leia mais:  Mais de 46 mil inscritos participam neste domingo do maior concurso já realizado pelo Município

 

O ministro afirmou que o auxílio foi criado para que os brasileiros pudessem realizar o isolamento social imposto para o combate da pandemia. “Nós estamos reduzindo gradativamente estes incentivos”, afirmou.

 

Guedes participou de evento online “Asia Summit”, promovido pelo Milken Institute. As pessoas que começaram a receber o auxílio logo na primeira parcela vão receber nove no total, sendo cinco de R$ 600 e quatro de R$ 300.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Programa Albergue Humanizado é levado para a unidade do Porto

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Mais de 46 mil inscritos participam neste domingo do maior concurso já realizado pelo Município

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana