conecte-se conosco


Cidades

Grávida consegue fugir de cativeiro após ser espancada e namorado é preso em Cuiabá

Publicado

Por G1 MT

Um jovem de 23 anos foi preso em flagrante pelos crimes de lesão corporal, sequestro e cárcere privado após a namorada, que está grávida, nesta segunda-feira (10), no Bairro São José, em Cuiabá.

Durante a madrugada, ela conseguiu fugir da casa e procurou a Polícia Militar.

A mulher contou aos policiais que o namorado a manteve trancada na casa desde quarta-feira (5), depois que ela foi ao aeroporto verificar passagens para visitar a família em Brasília (DF).

Segundo a vítima, quando retornou para casa e o namorado soube que ela iria viajar para visitar os pais, o suspeito passou a agredi-la com socos no rosto que ocasionaram hematomas.

No relato à PM, a mulher contou que depois o suspeito a trancou no quarto, ele tomou seu celular e não a deixava sair.

Na última madrugada, o homem enforcou até ela perder os sentidos, além de dar tapas, puxões de cabelo e chutes. Ao acordar, a mulher e o suspeito discutiram por causa do celular e a vítima conseguiu sair correndo da casa e pediu ajuda a pessoas que transitavam em uma avenida.

Leia mais:  Candidatos estão prontos para 'ataques' em debate

A vítima confirmou à polícia que está grávida e que há cerca de cinco meses está em Cuiabá, que veio a trabalho e que há três meses conheceu o suspeito. Diante das informações, os policiais foram até a residência apontada pela vítima e prenderam o suspeito. O homem foi levado à delegacia.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Lotação das UTIs de hospitais particulares chega a 86% em MT

Publicado

Os hospitais particulares de Mato Grosso também estão próximos de não terem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes com covid-19. A taxa de ocupação chegou a 86,5%, bem maior dos que os 70% de ocupação das UTIs públicas.

 

Em nota, o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) afirmou que o número de pacientes internados em hospitais particulares por causa do novo coronavírus tem aumentado.

Em 8 de janeiro 80% dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 estavam ocupados. Uma semana depois, em 15 de janeiro, essa taxa já era e 86,5%. Já a ocupação geral de leitos para covid-19 (enfermaria e UTI) está em 73%.

 

A situação é de alerta no estado, não só nos hospitais particulares como no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, apesar das UTIs públicas estarem com 70% de ocupação, o momento é de preocupação, pois na primeira onda da pandemia em 15 dias a taxa de ocupação saiu de 70% para 100%.

Leia mais:  Candidatos estão prontos para 'ataques' em debate

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana