conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo reitera compromisso de pagar o RGA

Publicado

O Governo de Mato Grosso enviou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), um ofício reiterando o compromisso de pagar a Revisão Geral Anual (RGA) de 2018 aos servidores públicos. Entre os argumentos para a efetivação do pagamento está a legalidade, o aspecto orçamentário e financeiro.

No documento entregue ao conselheiro interino do Tribunal de Contas, Isaías Lopes da Cunha, o Governo informa que a previsão orçamentária para o pagamento das despesas de pessoal para o Poder Executivo, no exercício corrente, é de aproximadamente R$ 11 bilhões, já incluídas as duas parcelas referentes à RGA, a serem implantadas na folha de pessoal de outubro de dezembro, 2% e 2,19%, respectivamente.

No mês passado o Governo recorreu da decisão do Tribunal de Contas do que suspendeu o pagamento aos servidores referente ao mês de setembro. O reajuste é calculado com base na inflação anual. Em 2017, o reajuste foi 6,58%. Já em 2018 o reajuste é de 4,19%. Até o momento foram pagas duas parcelas (2,19% em novembro de 2017 e 2,19% em abril de 2018).

Leia mais:  Hortaliças produzidas no CCC são doadas a instituições de idosos e crianças

O orçamento necessário para o custeio da folha do mês do outubro já está disponível para empenho.

“Diante do exposto, enquanto governador do Estado de Mato Grosso, reitero meu compromisso de fazer cumprir todos os dispositivos previstos na Lei Ordinária Estadual n 10.5721/2017, e nas demais leis aqui referenciadas, por força do art. 60 da Constituição do Estado de Mato Grosso”, diz trecho do documento entregue ao TCE.

Por fim, se as reprogramações financeiras necessárias ainda não foram efetivadas até o presente momento, está gestão está comprometida com sua adoção de medidas suficientes à garantia dos recursos financeiros, aptas a honrar referidas despesas obrigatórias.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Novo comandante das unidades especializadas da PM assume nesta segunda (21)

Publicado

por

Nesta segunda-feira(21), às 17h, o coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva assume a função de comandante do Cesp (Comando Especializado da Polícia Militar).

Ele substitui o também coronel Edvan Manoel de Azevedo e terá sobre sua gestão administrativo e operacional os batalhões Bope, Rotam, Ambiental, Trânsito e Regimento Montado (Cavalaria).

Para ocupar a nova função, atendendo ao convite do comandante-geral, coronel Jonildo José de Assis, Pinheiro deixou o cargo de assessor Militar da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Nos quase 25 anos de carreira, o novo comandante do Cesp ocupou dezenas de funções de liderança, entre as mais recentes estão: comandante-adjunto do 2ºCR (Comando Regional) de Várzea Grande, do 6ºCR (sediado em Cáceres), de corregedor-geral e de diretor-geral de Ensino e Instrução.

A solenidade de troca de ocorrerá no pátio do quartel do Batalhão de Operações Especial (Bope), na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA), e será aberta ao público.

Serviço

Evento: Posse do novo comandante do Cesp (Comando Especializado da Polícia Militar)

Leia mais:  Governador recebe apoio de presidente da Câmara dos Deputados para liberação do FEX

Data e horário: 21/01 (segunda-feira), às 17h

Local: no pátio do Bope, Av. Historiador Rubens de Mendonça nº 5.088, bairro Centro América, em Cuiabá (MT).

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana