conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo nomeia 300 Apoios Administrativos Educacional do cadastro de reserva

Publicado

Foram chamados 170 para Manutenção de Infraestrutura Limpeza e 130 para Nutrição (Merendeira)

O Governo do Estado publicou, nesta sexta-feira (24.01), no Diário Oficial do Estado (DOE) a nomeação de 300 Apoios Administrativos Educacional (AAEs) sendo 170 Manutenção de Infraestrutura Limpeza e 130 Nutrição (Merendeira). Confira aqui a lista de nomeação conforme Ato nº5.500/2020.

Os nomeados foram classificados no cadastro de reserva do concurso público regido pelo edital 01/2017. Confira aqui a lista de nomeação conforme Ato nº4.380/2019.

Os nomeados deverão procurar a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), responsável pela posse e efetivo exercício.

Para informações sobre a posse, os exames médicos e agendamento da perícia médica o candidato nomeado deverá ligar para o disque-servidor no 0800-647-3633. Além do disque-servidor, a Seplag também disponibiliza em seu site uma lista de perguntas frequentes.

As informações a respeito da nomeação estão na Instrução Normativa 03/2013, da Seplag, que “dispõe sobre o ingresso de candidatos nomeados em concurso público para cargo efetivo na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso”.

Leia mais:  Misael irá homenagear 8 pessoas com o título honorífico “Missionário Daniel Berg e Gunnar Vingren”

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Mauro Mendes prevê queda de 30% na arrecadação e admite atrasar salários

Publicado

por

O governador Mauro Mendes (DEM) admitiu  que é provável um atraso no pagamento dos servidores públicos do Estado no mês de abril por força da baixa na arrecadação trazida pela redução das atividades econômicas e no recolhimento dos impostos entre “20% e 30% no fim deste mês”.

“Tomara que isso não aconteça, mas essa é a previsão.

Olha a quantidade de carro que tá andando na rua. Se vai andar menos carro, vai entrar menos dinheiro do ICMS do combustível; se as empresas param, há menos energia elétrica, e isso significa novamente menos ICMS desse setor.

Sem dinheiro, como é que a gente paga em dia?”, argumentou.

O chefe do Executivo afirmou ainda que o mesmo vale para a iniciativa privada e seus trabalhadores e por isso pediu compreensão aos público, lembrando que a dificuldade do momento é para todos, em especial aos autônomos, garçons e diaristas, por exemplo, que vão provavelmente viver dificuldades ainda maiores.

“A minha vontade é pagar todo mundo, minha vontade é liberar todo mundo de pagar ICMS, agora, como vou pagar salário se não entra dinheiro no Estado?

Leia mais:  Misael irá homenagear 8 pessoas com o título honorífico “Missionário Daniel Berg e Gunnar Vingren”

Meu desejo é pagar todo mundo, vamos torcer para que o dinheiro que entra no governo permita isso”, resumiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana