conecte-se conosco


Cidades

Governo Federal destaca Espaço de Acolhimento à Mulher no HMC

Publicado

Secretária nacional de políticas para as mulheres, Criatiane Britto, participou por videoconferência do evento de inauguração

A inauguração do Espaço de Acolhimento à Mulher dentro do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) Dr. Leony Palma de Carvalho foi destaque no site do Governo Federal, na página do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A matéria aponta que o local, inaugurado na última quinta-feira (16), atende mulheres vítimas de violência doméstica 24 horas por dia e conta com equipe multidisciplinar, composta por 12 profissionais, entre psicólogas, assistentes sociais, médicos, enfermeiros e suporte jurídico. O Espaço conta ainda com a sala do aconchego, sala de acolhimento infantil, recepção e banheiro.

A secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto, que esteve presente de forma virtual na inauguração, elogiou a iniciativa da Secretaria Municipal da Mulher de Cuiabá de ser a primeira a implementar o espaço em uma unidade de saúde. “Espero que esse projeto vire referência para todo o país. A nossa secretaria vai analisar o funcionamento desse modelo”, afirmou Britto, que representou a ministra Damares Alves, durante o evento de inauguração.

Leia mais:  Pinheiro entrega mais uma unidade de saúde reformada e ampliada

O Espaço de Acolhimento à Mulher é fruto de uma ideia apresentada pela farmacêutica e ativista dos direitos da mulher, Maria da Penha, ao prefeito Emanuel Pinheiro e à primeira-dama Márcia Pinheiro, em agosto no ano passado, quando esteve na capital mato-grossense. Maria da Penha, que é conselheira do Conselho Nacional de Direitos da Mulher (CNDM) foi quem inspirou a criação da lei de mesmo nome, em 2006. A Lei Maria da Penha prevê mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

A matéria divulgada no site do Governo Federal ressalta ainda que, conforme a secretária municipal da mulher, Luciana Zamproni, a mulher em situação de violência doméstica poderá procurar diretamente o espaço para conseguir apoio jurídico, psicológico e de assistência social, mesmo antes de registrar boletim de ocorrência.

Casa da Mulher Brasileira em Cuiabá

De acordo com o que foi dito tanto pela secretária nacional de políticas para as mulheres, Cristiane Britto, quanto pelo deputado federal Emanuel Pinheiro Neto no evento de inauguração do Espaço de Acolhimento, em breve, as mulheres em situação de violência também poderão recorrer à unidade da Casa da Mulher Brasileira em Cuiabá. O espaço reunirá, em um só lugar, serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres. O Governo Federal já empenhou R$ 1,5 milhão para a construção da unidade na capital mato-grossense.

Leia mais:  Revitalização da praça do Novo Terceiro garante integração e bem-estar

Leia a matéria do Governo Federal sobre o Espaço de Acolhimento à Mulher AQUI

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Continua aberto o período de matrícula para unidades escolares das Regionais Norte e Leste

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Shopping Orla aposta em variedade e atendimento para aumentar vendas de Natal

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana