conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo destaca ações de enfrentamento à violência doméstica e familiar

Publicado

Os altos índices de violência contra mulher reforçam que ainda há muito a ser feito para garantir a segurança das vítimas. O assunto é uma das bandeiras defendidas pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e vem ganhando espaço nos trabalhos desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

Durante a audiência pública “Enfrentamento da violência familiar contra mulher: Juntos por uma rede estruturada de atendimento em Mato Grosso”, realizada pelo Poder Judiciário nessa sexta-feira (26.04), a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, que representava a primeira-dama, ressaltou a importância das ações de combate a violência contra mulher.

Entre as ações que já estão em andamento a secretária Rosamaria elencou o início do atendimento psicossocial na atual delegacia da mulher. A previsão é que em maio uma assistente social e uma psicológica fiquem à disposição para um melhor atendimento às vítiumas.

“Além disto, a segunda frente de ação, liderada diretamente pela primeira-dama Virginia Mendes, diz respeito a conclusão das obras para implantação do Plantão 24 horas de atendimento aos casos de violência doméstica e familiar”, também pontuou a secretária durante o evento.

Leia mais:  Mato Grosso tem 1.114 oportunidades de emprego

Recentemente, a primeira-dama realizou um evento beneficente e arrecadou mais de R$ 120 mil reais, que serão destinados para esta obra. O atendimento do Plantão 24 horas será onde antes funcionava o Cisc Planalto e agora funciona a 2ª Delegacia do Carumbé. No Plantão será feito acolhimento de mulheres e dos acompanhantes e o registro de ocorrências de crimes contra a violência doméstica e familiar.

AudiênciaPública

Durante a audiência pública foram discutidas medidas para a implementação de políticas públicas em prol enfrentamento dos crescentes e recorrentes casos de violência contra a mulher e, principalmente, contra o feminicídio no Estado.

Promovido pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, o evento foi organizado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado (CGJ-MT), pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar no âmbito do Tribunal de Justiça (Cemulher) em parceria com a Setasc e demais entidades do setor público.

A desembargadora Maria Erotides Kneip, que está à frente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar no âmbito do Tribunal de Justiça (Cemulher), diz que vê este evento com muita esperança, já que é uma ação que pode gerar muitos bons frutos. “Fazer com que esses conselhos tenham voz, tenham vez, tenham constituição correta para poder, inclusive receber os fundos que podem ser destinados a eles”.

Leia mais:  Estado licita R$ 2,1 milhões para a compra de material genético bovino

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

MT tem 17.401 casos confirmados de Covid-19 e 665 mortes

Publicado

por

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana