conecte-se conosco


Cidades

Governo decreta situação de emergência em MT por causa de incêndios florestais

Publicado

Por G1 MT

O governo decretou situação de emergência em Mato Grosso por causa dos incêndios florestais. O decreto irá valer por 90 dias, podendo ser prorrogado.

Com o documento, as autoridades poderão adotar as medidas necessárias à prevenção e combate das queimadas, podendo comprar materiais sem precisar de licitação, suspender a execução de contratos administrativos sem que isso gere direito de rescisão ao contratado e também poderão deixar de atender aos resultados fiscais e suspender os prazos para retorno de gastos com pessoal e dívida.

Após a publicação do decreto, que está em uma edição extra do Diário Oficial, o governo deve pedir auxílio federal para reforçar as ações de enfrentamento.

Mato Grosso já registrou 34,4 mil focos de queimadas do início do ano até esta segunda-feira (14), de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Neste período, os municípios que tiveram mais focos de incêndios foram Poconé, Barão de Melgaço e Cáceres.

Leia mais:  Prefeitura realiza desembolso de projetos culturais nesta sexta-feira (03)

Só no Pantanal, foram registrados mais de 10 mil focos.

Incêndios no Pantanal
Dados do Prevfogo, o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos incêndios florestais do Ibama, em 2020 mostram que a área queimada no Pantanal já passou de 2,3 milhões de hectares, sendo 1,2 milhão em Mato Grosso e mais de 1 milhão em Mato Grosso do Sul.

Essa área de mais de 2 milhões representa quase 10 vezes o tamanho das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro juntas.

O Pantanal é o bioma brasileiro mais afetado pelas queimadas proporcionalmente, mas em Mato Grosso os incêndios estão espalhados por todo o estado.

As queimadas aumentaram no Pantanal a partir de julho, quando a estiagem ficou ainda mais intensa. Os dias estão tão secos que o clima fica parecido ao de um deserto, com umidade abaixo dos 10%. Mas o problema não é só o clima.

Uma reserva particular teve metade da área de mais 100 mil hectares destruída. Segundo perícia do Corpo de Bombeiros, as chamas vieram de fazendas que estão próximas e que foram queimadas de forma criminosa, intencional.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá e Santa Casa reúnem-se com Ministério da Saúde e esclarecem dúvidas sobre emendas parlamentares

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Vereador de VG tem 50% dos pulmões comprometidos

Publicado

Licenciado da Câmara de Várzea Grande desde o dia 30 de março deste ano para atuar na linha de frente contra o coronavírus, o médico Miguel Angel Claros Paz, conhecido como Dr. Miguel, e vereador pelo PSDB, foi infectado pela Covid-19 e está com 50% dos pulmões comprometidos. Aos 58 anos, ele é considerado integrante do grupo de risco que pode ter complicações com a doença por ser obeso e sedentário, mas garante que está bem, na medida do possível e segue em tratamento domiciliar. Também não pretende buscar uma unidade de saúde, apesar da insistência dos familiares.

O médico e vereador explicou que iniciou o tratamento com medicamentos no dia 10 deste mês quando sentiu os primeiros sintomas da Covid-19. Inicialmente, sentiu um cansaço, averiguou que sua saturação do oxigênio estava em 82% e já entrou em repouso.  Ao verificar novamente a saturação percebeu que subiu para 85% e teve a certeza que estava infectado pelo novo coronavírus.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá e Santa Casa reúnem-se com Ministério da Saúde e esclarecem dúvidas sobre emendas parlamentares
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana