conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo de Mato Grosso transfere cerca de R$ 1 milhão a hospitais filantrópicos

Publicado

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretária de Estado de Saúde (SES-MT), repassou aos Fundos Municipais de Saúde (FMS) o valor total de R$ 1.277.809,69, referente à décima parcela do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso (FEEF-MT). O pagamento foi definido por meio da portaria n°135/2019, publicada no Diário Oficial que circulou nesta terça-feira (21.05).

De acordo com o documento, uma parte do valor R$ 970.247.05 foi paga ao FMS de Cuiabá e será repassada a quatro hospitais da Capital: Hospital do Câncer de Mato Grosso R$ 307.562,13, Hospital Geral Universitário R$ 307.562,13, Hospital Santa Helena R$ 307.562,13 e Instituto Lions da Visão R$ 47.561,15.

A segunda parte do montante, que equivale a R$ 307.562.13, foi transferida ao FMS de Rondonópolis e será repassada, integralmente, ao Hospital Santa Casa Rondonópolis.

O setor financeiro da SES-MT confirmou que os valores já foram pagos. Além disso, foi informado que os repasses de verbas estão normalizados e não há nenhuma parcela em atraso. Além de garantirem a prestação de serviços de saúde à população da Capital e do interior do Estado, os recursos repassados aos hospitais são provenientes do FEEF-MT, em cumprimento à Lei 10.709, de 28 de junho de 2018.

Leia mais:  Mais de 18 mil contribuintes retiram certidão negativa em dois dias de implantação

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Paciente em MT tem síntomas do coronavírus; Estado adota cautela

Publicado

por

Um morador de Alto Taquari (480 quilômetros de Cuiabá) está em quarentena em sua residência após aprensetar sintomas semelhantes aos de pacientes acometidos pelo coronavírus. A informação foi confirmada pelo prefeito da cidade, Fábio Garbúgio (PTB).

De acordo com o gestor, o caso já foi notificado à Secretaria de Estado de Saúde. O paciente é monitorado e exames dele já foram encaminhados para São Paulo, onde os resultados definirão se ele possui, ou não, a doença, que já matou milhares de pessoas pelo mundo, tendo a maior parte dos casos notificados na Ásia.

Segundo o prefeito, o paciente de Alto Taquari esteve recentemente na Itália, país que tem registrado aumento significativo da doença. Nas últimas semanas, 12 pessoas morreram no país em virtude da epidemia.

Porém, a Secretaria Estadual de Saúde tem tratado o caso com cautela. Até o momento, não é notificado como caso suspeito da doença, apesar das precauções tomadas pelos profissionais de saúde.

Este é o segundo registro de possível caso suspeito da doença. No início do mês, uma paciente que esteve na Ásia apresentou sintomas semlhantes ao do coronavírus. Todavia, os síntomas não duraram muito tempo e foi descartado. Na ocasião, médicos que atenderam a paciente usaram proteção por todo o corpo.

Leia mais:  Dicas do Procon-MT para quem vai às compras esta semana

EPIDEMIA MUNDIAL

O surto do novo coronavírus começou em dezembro de 2019, na região de Wuhan, na China. Rapidamente, a doença – que apresenta sítomas semelhantes à pneumonia – se espalhou pelo país e, posteriormente, por toda a Ásia.

Nos últimos dias, chegou com força na Europa, tendo a Itália como principal alvo. No país, mais de 12 pessoas morreram pelo vírus.

Já nesta terça-feira, foi registrado o primeiro caso da doença no Brasil. Um paciente de São Paulo, que esteve recentemente na Itália, testou positivo para a doença. Ele está isolado no hospital Albert Einstein e o Ministério da Saúde monitora outras pessoas que esteve com o paciente nos últimos dias.

Além deste caso confirmado, outros 20 são tratados como suspeitos. Nenhum em Mato Grosso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana