conecte-se conosco


Mato Grosso

Governador participa de inauguração da BR-163 e desafia Governo Federal a concluir BR-158

Publicado

O governador Mauro Mendes participou nesta sexta-feira (14.02) da inauguração da conclusão do asfaltamento da BR-163, no Pará. Em seu discurso, Mendes lançou um desafio ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para a conclusão da BR-158.

A solenidade foi realizada no Marco Zero da rodovia, localizado no Distrito de Cachoeira da Serra, em Altamira (PA). Também estavam presentes o governador do Pará, Helder Barbalho, e parlamentares da bancada federal de Mato Grosso.

Mendes classificou a entrega da obra como um marco histórico para todo o país, uma vez que irá diminuir muitos problemas de logística enfrentados pelos produtores ao longo dos últimos anos. Ele afirmou que a facilidade para o escoamento da produção mato-grossense fará com que o agronegócio melhore sua competitividade no mercado interno e externo.

“Há mais de 40 anos esse sonho foi lançado e estamos, hoje, presenciando um marco para essa importante região do nosso país. Milhares de brasileiros que por aqui passam sabem da importância dessa rodovia para Mato Grosso e para o Brasil. Nosso representa o maior PIB [Produto Interno Bruto] do agronegócio do país. Somos o maior produtor de grãos: soja, milho, algodão, e seremos grandes produtores de proteínas, mas a logística sempre foi o maior obstáculo para esse crescimento”, afirmou o governador.

“Anos atrás, um caminhão para sair de Sorriso e chegar a Miritituba levava 14 dias. Hoje, se faz em dois dias. Por aqui passarão 14 milhões de toneladas de grãos e milhares de caminhões, o que representa um passo enorme para a competitividade, porque um frete mais barato permite que todo o suor dos produtores possa ser revertido em ganho de eficiência e expansão das áreas que podem ser utilizadas em nosso Estado”, completou.

Leia mais:  Influenciadores digitais desbravaram o Pantanal Norte de Mato Grosso

O chefe do Executivo mato-grossense fez questão de destacar ainda que a iniciativa do Governo Federal para concluir a obra será recompensada, uma vez que “milhares de brasileiros vão a ter a oportunidade de fazer seus produtos chegarem a várias partes do planeta de forma mais competitiva, garantindo mais recursos para nosso país”.

Bolsonaro pontuou o esforço para a conclusão da pavimentação da BR-163 e agradeceu, sobretudo, aos militares que deram início à obra, na década de 1970, e a concluíram.

“Aos poucos vamos mudando a realidade do país. Temos menos recursos que governos anteriores, mas nos empenhamos para resolver os problemas. Essa obra foi uma das nossas prioridades e é com orgulho que faço essa entrega hoje”, disse o presidente.

Desafio

Durante a solenidade, Mauro Mendes propôs que o Governo Federal busque uma solução para a conclusão da Ferrogrão, ferrovia de cerca de mil quilômetros, que ligará Sinop aos portos de Miritituba.

“Este é um desafio ao nosso ministro Tarcísio, que tem demonstrado capacidade de articular ações para melhorar a logística de nosso país. Será um marco para toda essa região e tenho certeza de que com os passos que já foram dados e com a seriedade do ministro, teremos a oportunidade de começar e terminar, em seu mandato presidente, essa importante rodovia para Mato Grosso, o Pará e o Brasil”, concluiu o governador.

Mendes ainda pediu que o Governo Federal termine o asfaltamento de pouco mais de cem quilômetros da BR-158, por onde passam cerca de duas mil carretas por dia.

 “Precisamos encontrar uma solução para esses problemas que afligem a infraestrutura do país e aos entraves ambientais. Tenho certeza de que poderemos criar uma nova realidade que traga justiça, preserve o meio ambiente e, também, os interesses dos brasileiros e de quem trabalha e produz no país”, afirmou.

Leia mais:  Governo nomina obras em homenagem a servidor, policial militar e advogado falecidos

O ministro afirmou que irá trabalhar para a conclusão da ferrovia, assim como das pavimentações das BRs 158 e 174, bastante importantes para o Estado.

“Hoje estamos escrevendo história e amanhã temos que trabalhar de novo. Vamos trabalhar incansavelmente pela Ferrogrão e para pavimentar a 158 e a 174. Muita coisa ainda virá pelos próximos anos”, declarou Tarcísio de Freitas.

BR-163

O Governo Federal investiu R$ 158 milhões para concluir o asfaltamento de 51 km entre Sinop (MT) e os portos de Miritituba (PA). A obra garante o escoamento da safra de grãos que sai do centro do país, sobretudo de Mato Grosso, até os portos do Pará, com destaque para Miritituba, de onde são transportados para os principais centros consumidores em todo o mundo.

Além dos benefícios para a economia da região, a conclusão do asfaltamento muda a realidade de todos que dependem da BR-163/PA. A rodovia vai garantir mais segurança para aproximadamente seis mil caminhoneiros que trafegam por lá diariamente. Eles, até então, passavam dias em atoleiros no trecho crítico em questão, principalmente na época de chuvas.

A obra foi executada por 650 trabalhadores – entre servidores do Dnit, militares do Exército e funcionários de empresas contratadas. A autarquia realizou também serviços de terraplenagem, de pavimentação, de drenagem, de sinalização, além de trabalhos de monitoramento, sempre respeitando as questões ambientais.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Corrida do Bope leva 4.500 atletas às ruas para prática esportiva e de solidariedade

Publicado

por

A Corrida do Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar), cuja 5ª edição aconteceu na manhã deste domingo (16.02), já é a segunda maior corrida de rua do Estado e levou 4.500 atletas às ruas de Cuiabá para uma atividade que vai além da prática esportiva.

Participar desse evento é também um ato de solidariedade, já que a maior parte dos recursos arrecadados vai para o projeto social ‘Judô Bope’, que atende gratuitamente mais de 200 crianças e adultos em uma academia montada nas instalações do batalhão.

A corrida reuniu pessoas que amam correr e que participaram de todas as edições, como dona Maria do Carmo Ferreira, que aos 81 anos esbanja disposição e vitalidade. E também iniciantes, que correram pela primeira vez, como as amigas Andreia Arruda (42) e Adriana Franças (42).

Andreia é mãe de aluno do projeto ‘Judô Bope’, o estudante Inácio Silva, de 14 anos. Tanto ela, como a amiga Adriana, não tem o hábito de correr, porém se empenharam ao ponto de trainarem duas vezes o percurso de fariam, o de 5km. “Gostei demais, a organização estava perfeita, o percurso bom, bem abastecido com água, além de recebermos muito incentivo ao longo do trajeto”, analisa Andreia Arruda.

Leia mais:  Projeto Guardião das Águas faz mapeamento de nascentes e aponta que mais de 90% estão intactas

Já Oziel de Santana é desses atletas amadores apaixonados por corridas, mas que não pratica com o objetivo de vencer, de subir no pódio e superar o próprio tempo. É do tipo que treina e se doa para que outras pessoas possam cruzar a linha de chegada e se sentirem vitoriosas.

Oziel correu como guia da servidora pública Carla Bussiki, portadora de ataxia cerebelar (doença causada por uma perda da função do cerebelo que leva comprometimento de funções motoras e outras limitações). É a segunda vez que os dois correm junto pelo Bope. Por 5km, ele empurrou Carla em uma cadeira de três rodas própria para competições.

Para Carla Bussiki, ter um guia é uma possibilidade de fazer o que mais gosta, interagir com as pessoas, ter convívio social. Em agradecimento, ela sorri e diz o quanto está feliz por Oziel de Santana ter lhe proporcionado tantos momentos de alegria. “Isso é o bastante”, diz o guia.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, avalia a Corrida do Bope como exemplo de organização e interação com a sociedade. “Os organizadores estão de parabéns. E nós, da Polícia Militar, temos que agradecer aos colaboradores e patrocinadores que entenderam a proposta e importância social desse evento”, disse.

Leia mais:  Associação desenvolve ações de conscientização sobre espinha bífida

Assis avalia que a corrida, assim como outras realizadas pela PMMT e suas unidades da capital e interior já se tornaram tradicionais, ganharam a simpatia e o apoio da população e entraram para circuito de corridas de Mato Grosso. “A Polícia Militar tem de estar próxima da comunidade, as corridas são uma forma de interação e de nos aproximar cada dia mais da população”, completa.

Outros eventos

A próxima corrida da PMMT é a ‘4Bravo Rustic Run’, do 4º Batalhão de Várzea Grande. É de obstáculos, com percurso de 5k, e acontecerá na região do bairro Chapéu do Sol nos dias 21 e 22 de março (infantil e adulto, respectivamente). As inscrições estão abertas e a taxa para participar é R$ 85. As inscrições devem ser feitas no site: http://www.morro-mt.com.br.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana