conecte-se conosco


Mato Grosso

Governador assina decreto que extingue cargos e enxuga estrutura da MTI

Publicado

O governador Mauro Mendes assinou o decreto que modifica a estrutura organizacional da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e extingue 30% dos cargos em comissão, a fim de contribuir para a viabilidade econômico-financeira da MTI.  O decreto nº 38/2019 está publicado no Diário Oficial que circulou na sexta-feira (15). Veja em anexo.

De acordo com o decreto, as mudanças ocorreram principalmente na parte administrativa da MTI, com a extinção do cargo da chefia de gabinete e a redução de quatro para duas diretorias:  Diretoria Administrativa e a Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação. 

Estas, por sua vez, se readequaram e absorveram as funções das demais diretorias. Além disso, houve alteração nas nomenclaturas e funções no nível de Apoio Estratégico e Especializado. 

Segundo o presidente da MTI, Kleber Geraldino, essas medidas foram tomadas para atender as diretrizes do Governo do Estado, de economia de recursos públicos, além de otimizar o fluxo de trabalho na empresa.

Também houve a extinção de 20 cargos comissionados, passando de 67 para 47 cargos, bem como a readequação dos salários pagos a esses servidores. A redução já havia sido aprovada pelo Conselho de Administração da MTI no início de janeiro.

Leia mais:  Após roubo, casal tenta fuga e é preso pela PM em unidade de Saúde

Com as mudanças, o presidente da MTI terá o prazo de 150 dias para editar o Regimento Interno a fim de estabelecer a competência e o funcionamento de suas unidades administrativas, bem como as atribuições dos servidores lotados.

Desse modo, segundo o presidente, o quadro técnico da MTI fica mantido e a empresa permanecerá em condições de desenvolver projetos e prover soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação ao Estado.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Duas mortes por Covid-19 são registradas nesta sexta-feira óbitos chega a 36 em MT

Publicado

por

Duas mortes foram registradas na madrugada desta sexta-feira (22) por Covid-19 em Mato Grosso. Um dos pacientes era morador de Curvelândia, a 311 km de Cuiabá, mas estava internado em unidade hospitalar de Cáceres.

O segundo paciente era morador de Juína, a 737 km de Cuiabá, e estava internado na capital. Os casos foram divulgados durante coletiva feita pelo secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo. Com estes casos, o estado registra 36 óbitos pela doença até a manhã desta sexta-feira (22).

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até a tarde de quinta-feira (21), 1.187 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dos 1.187 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 626 estão em isolamento domiciliar e 428 estão recuperados. Há ainda 99 pacientes hospitalizados, sendo 52 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 71 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 269 leitos de UTI e 877 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Leia mais:  Governo administra saúde pública contemplando todas as prefeituras

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,9% masculino; além disso, 344 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana