conecte-se conosco


Política

Google Maps vai começar a informar se ônibus e trens estão cheios

Publicado

O Google anunciou nesta quinta-feira (27) a introdução das novas previsões de lotação de trânsito no aplicativo do Google Maps. A partir de agora, o usuário pode ver o quão lotado está um ônibus, trem ou metrô antes de sair para fazer o trajeto.

Leia também: Google investe em soluções brasileiras para melhorar assistente de voz

Google Maps
Reprodução

Google Maps

Já há alguns meses, o Google tem perguntado aos usuários do Google Maps sobre o nível de lotação de suas viagens. Eram quatro opções: muitos lugares vazios, poucos lugares vazios, só espaço em pé ou apenas um espaço apertado.

Agora, a empresa já tem dados suficientes para oferecer previsões aos clientes que usam o Google Maps para planejar seu deslocamento diário. O recurso está disponível a partir de hoje em 200 cidades ao redor do mundo – cerca de um quarto das cidades estão nos EUA, segundo o  The Wall Street Journal .

Leia também: Como colocar música nos Stories do Instagram

Leia mais:  Toninho de Souza apresenta indicações visando melhorias nos bairros de Cuiabá
Google Maps
Reprodução/Olhar Digital

Google Maps indica se transporte está cheio

Assim, alguém que pretende usar um trem em Tóquio para ir de Shibuya a Shinjuku pode ver que a Linha Yamanote, que faz esse trajeto, normalmente, tem “espaço apenas para ficar de pé” às 9h40. Isso pode ou não ser informação suficiente para mudar decisões de locomoção, mas permite escolher conscientemente entre ser espremido ou esperar mais alguns minutos, caso tenha tempo suficiente.

Leia também: Entenda como usar o Google Maps quando estiver sem internet

Além disso, o Google Maps também informará, ao vivo, atrasos de tráfego de ônibus em locais onde não há informações vindas das agências de trânsito em tempo real. Será possível ver se o ônibus está atrasado, em quanto tempo e qual será o período necessário para a conclusão da viagem, com base em condições de tráfego, ao vivo, ao longo do percurso. É possível ver exatamente onde os atrasos estão no mapa.

As ferramentas acompanham uma série de atualizações de produtos lançadas recentemente pelo Google Maps , como o modo de navegação anônima, as velocidades em tempo real, locais de estacionamento e o crowdsourcing de engarrafamentos. O Google parece interessado em manter a posição de liderança entre os aplicativos de navegação, especialmente enquanto empresas como a Uber e a Lyft trabalham em seus respectivos serviços.

Leia mais:  Avallone propõe que recursos recuperados pela CPI sejam destinados integralmente à saúde pública

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Política

No Japão, Bolsonaro terá encontro bilateral com presidente da Ucrânia

Publicado

por

Em sua viagem ao Japão, o presidente Jair Bolsonaro terá uma reunião bilateral com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, além do encontro privado que terá com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Bolsonaro embarca hoje (19), às 22 horas, para o Japão, primeira parada de uma turnê de dez dias pela Ásia e pelo Oriente Médio, na qual visitará ainda China, Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita. A volta ao Brasil está prevista para a manhã do dia 31.

A chegada a Tóquio, onde o presidente participará da cerimônia de entronização do imperador Nahurito, está prevista para as 13h de domingo (20).

Uma nova agenda com detalhes sobre os compromissos no Japão foi divulgada neste sábado (19) pelo Palácio do Planalto. Na previsão anterior, não constavam os encontros bilaterais com Abe e Zelenski.

Comediante estreante na política, Zelenski assumiu o cargo em maio. Atualmente, o presidente ucraniano encontra-se no centro de um processo de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que teria pedido a ele para intervir numa investigação contra Joe Biden, seu rival político. 

Leia mais:  Lideranças de São José e Nova Maringá recorrem a deputado por mais segurança na região

Notáveis

Além do encontro bilateral com Abe, Bolsonaro participará na quarta-feira (23)  de um banquete oferecido pelo primeiro-ministro japonês a todos os chefes de Estado presentes na entronização do imperador.

Também na quarta (23), está prevista uma reunião de Bolsonaro com os membros de um grupo de notáveis, formado pelos dirigentes das principais empresas do Japão (Mitsui, Toyota, Honda, Mitsubishi, dentre outras).

Integram a comitiva de Bolsonaro os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura), Osmar Terra (Cidadania), Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

PGR

Na manhã deste sábado (19), Bolsonaro recebeu no Palácio do Alvorada a visita do procurador-geral da República, Augusto Aras, e do ex-deputado Alberto Fraga, um dos principais avalistas da indicação do novo PGR, que assumiu o cargo no mês passado.

O encontro, que se encerrou por volta das 10h, foi confirmado por Fraga a jornalistas. Segundo o ex-deputado, tratou-se de uma visita de cortesia e questões políticas não foram discutidas na presença do PGR. Em conversa reservada, porém, ele admitiu ter falado com Bolsonaro sobre a situação do PSL, partido do presidente.

Leia mais:  Bolsonaro: "pretendo respeitar a Lei da Anistia"

Saiba mais

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana