conecte-se conosco


Entretenimento

Glória a Deus! Confira os melhores momentos de Cabo Daciolo no “The Noite”

Publicado

Na noite da última segunda-feira (29) a internet parou com a presença de Cabo Daciolo no “The Noite”, com Danilo Gentilli
. O debutado concorreu a presidência da república no primeiro turno dessas eleições e ficou famoso nas redes sociais através dos debates, de suas propagandas políticas e, é claro, da frase que virou meme nessas eleições: Glória a Deus.

Leia também: Comemorações e lamentações! Veja a reação dos famosos ao resultado das eleições


Cabo Daciolo no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciolo no “The Noite”

Com a participação de Cabo Daciolo no “The Noite”
, separamos os melhores momentos desse programa
, que divertiu os telespectadores, a plateia e acabou bombando nas redes sociais.

Resultado das eleições


Cabo Daciolo no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciolo no “The Noite”

Questionado por Danilo Gentilli se ele havia ficado feliz com a vitória de Jair Bolsonaro, o político respondeu que o país estava cansado da mesmice e esperava uma mudança. “Eu visualizei que o povo tem clamado a Deus. Eu acho que a solução da nação é levar o povo a clamar ao Senhor. Eu oro para que Bolsonaro tenha sucesso”, disse ele, que não compareceu a votação e, por isso, não votou em nenhum dos dois candidatos no segundo turno.

Campanha barata


Cabo Daciolo no
Reprodução/YouTube

Cabo Daciolo no “The Noite”

Cabo Daciolo contou que ganhou menos de 8 mil reais para sua campanha, o que surpreendeu o apresentador. “8 mil rais e ficou na frente do Meireles”. Nesse momento, a atração mostrou a reação de William Bonner ao ver que o candidato do Avante tinha ficado na frente não só de Meirelles, mas de Marina Silva, Álvaro Dias, e outros candidatos.

Leia mais:  Gravidez de Marília Mendonça, Anitta e DVD de Lud estão nas imagens da semana

Leia também: Após resultado, famosos internacionais se manifestaram sobre eleições no Brasil

“Não tenho bens materiais. Não tenho um carro, não tenho uma casa, mas o que eu tenho, dinheiro nenhum pode comprar, que é a  presença do espírito santo de Deus”, disse ele.

Peão da casa própria


Cabo Daciolo no
Reprodução/YouTube

Cabo Daciolo no “The Noite”

O programa de Danilo Gentilli também exibiu o vídeo em que Cabo Daciolo aparece em um culto. As imagens acabaram se transformando em meme, já que o deputado aparece girante com a música do “Peão da Casa Própria” tocando ao fundo. “Te ofende”, questionou Danilo.

Dando risada e aplaudindo, Daciolo disse que “de forma alguma” e ainda completou. “Estou aqui com a presença de Deus, se eu me soltar aqui vocês vão me ver rodando também”, disse. “Seria demais, você fique à vontade”, respondeu o apresentador.

Fake News de Deus?


Cabo Daciono no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciono no “The Noite”

Também foi exibido durante a atração o vídeo em que Daciolo dizia que não só seria o Presidente da república, mas que ganharia as eleições no primeiro turno. “Foi um ato de fé ou Deus passou uma fake news para você?”, brincou Danilo Gentilli.

Leia mais:  Téo e Kim falam de Camilo para Yohana em “A Dona do Pedaço”

Apesar de dar risada, o deputado foi firme. “Não. É real. É que o tempo de Deus não é o nosso tempo. O tempo de Deus é um tempo determinado por Ele. Eu profetizei e eu creio que vai ocorrer isso”, disparou o político.

“Eles são tudo amiguinhos”


Cabo Daciolo no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciolo no “The Noite”

Cabo Daciolo disse que não acredita nesse “papo” de esquerda, direita e centro. “É tudo mentira, só para dividir o povo”, disse ele. “Eles são tudo amiguinhos, tá? Eles sentam lá no cafezinho e fica todo mundo junto. Não acredite nisso. Isso aí é dividir para conquistar”.

Irmão gato


Cabo Daciolo no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciolo no “The noite”

O apresentador exibiu algumas fotos do irmão de Cabo Daciolo, que animou a plateia por sua beleza. “O seu irmão é da bagunça ou é de Jesus?”, disse Danilo, arrancando risadas da plateia e do próprio entrevistado. “Esse jovem está com 22 anos. Um garoto bonito, ele está caminhando, mas ele tem a namorada dele, ele conhece Jesus”, respondeu ele.

“Eu era muito mulherengo e beberrão”


Cabo Daciolo no
Reprodução/Youtube

Cabo Daciolo no “The Noite”

Leia também: Reação de William Bonner à votação de Cabo Daciolo diverte internet

Por fim, Cabo Daciolo no “The Noite”
ainda rendeu outro momento engraçado e inesperado. O deputado revelou que “aceitou Jesus aos 27 anos” e que, antes disso, “bagunçou bastante”. “Existe uma luta diária. Você luta contra sua carne todos os dias. Eu era muito mulherengo e beberrão”, finalizou.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

A Voz do Brasil faz 85 anos

Publicado

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

Além de notícias dos palácios do governo federal, A Voz do Brasil levou aos ouvintes informações sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O programa narrou as conquistas do país em cinco Copas do Mundo e a derrota em duas – a mais traumática em 1950. A Voz registrou a inauguração de Brasília (1960) e cobriu a morte de ídolos como Carmen Miranda (1955) e Ayrton Senna (1994).

Pelo rádio, e pela A Voz do Brasil, muitos brasileiros souberam da invenção da pílula anticoncepcional (1960), da descida do homem na Lua (1969), dos primeiros passos da telefonia móvel (1973), da queda do Muro de Berlim (1989) e da clonagem da ovelha Dolly (1998).

Leia mais:  Ana Maria Braga posta primeira foto após iniciar tratamento para câncer

Vida longa

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF.
Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF. – Arquivo Nacional

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Leia mais:  Madonna teria oferecido R$ 82 milhões para atleta famoso engravidá-la

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana