conecte-se conosco


Polícia

GCCO prende assaltante de banco alvo de operação da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

Publicado

Assessoria | PJC-MT 

A Polícia Judiciária Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), prendeu Alcimar Cosso Dias, dando cumprimento ao mandado de prisão preventivaexpedido pelo Poder Judiciário do estado do Rio Grande do Norte (RN). A prisão ocorreu, nesta sexta-feira (15.03), no bairro Ribeirão da Ponte, em Cuiabá,

A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte solicitou apoio da GCCO para localizar e prender o sexto integrante da associação criminosa especializada em furtos a agências bancárias. O grupo está envolvido mais de 25 ocorrências policiais no Estado, sendo 09 exitosas, com quantia total avaliada em R$ 2 milhões.

A operação denominada Forasteiros, deflagrada pela Polícia Civil de RN, na quarta-feira (13), resultou na prisão de cinco integrantes da quadrilha. Nesta sexta-feira (15), o sexto integrante da associação criminosa foi preso com apoio do GCCO.

O preso foi encaminhado à audiência de custódia.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Profissionais de Segurança iniciam Curso Repressão a Crimes Rurais em Sorriso
publicidade

Polícia

Idoso acusado de aplicar golpes em fraudes de cheques é preso em Barra do Garças

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um idoso acusado de aplicar golpes em diversos Estados do País foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (20.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste). José Oliveira da Silva, 67, foi surpreendido no interior de uma agência bancária da cidade, no momento em que tentava depositar um cheque fraudado no valor de R$ 42.400.

Segundo investigações da Derf Barra do Garças, o suspeito foi preso por diversas vezes pelo crime de estelionato praticados nos Estados do Maranhão, Goiás e Distrito Federal, sendo contumaz na prática delituosa.

Após suspeitar que o cheque era fraudado, o banco acionou os policiais da Derf Barra do Garças, os quais trabalham de forma integrada com as instituições financeiras. O emitente do título creditício disse que o cheque havia sido emitido no valor de R$ 250,00 e foi fraudado, possivelmente utilizando algum tipo de lavagem sofisticada e depois foi preenchido novamente.

Leia mais:  Polícia apura denúncia e descobre possível desmanche em VG

Durante as diligências no local, os investigadores da Derf perceberam a presença de três pessoas do lado de fora da agência, as quais pertenciam a quadrilha do suspeito, e que ao perceberem a presença dos policiais conseguiram fugir. Segundo o delegado, Wilyney Santana Borges Leal, a quadrilha do suspeito é oriunda do Estado de Goiás e Distrito Federal e geralmente age em dois momentos distintos.

Primeiro os integrantes abordam pessoas que estão nas filas das agências bancárias para trocar cheques e acabam trocando o título, ficando assim com a folha. Em um segundo momento, eles fazem a lavagem do preenchimento, alterando o preenchimento para um valor bem maior daquele que constava do cheque.

“No ano de 2011, o suspeito foi preso na cidade de Imperatriz (MA), quando tentava depositar um cheque clonado de uma prefeitura do Estado. Na época à falsificação foi considerada pela polícia como muito sofisticada e quase perfeita”, destacou o delegado

O suspeito foi conduzido a delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por estelionato, e em seguida encaminhado para audiência de custódia para deliberação do Judiciário.

Leia mais:  Polícia Civil apreende 25 quilos de entorpecentes

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana