conecte-se conosco


Tecnologia

Gato robô sem cabeça faz sucesso na CES; veja o vídeo

Publicado

Olhar Digital

Gato robô arrow-options
Reprodução/Youtube

Gato robô é utilizado por pessoas que não podem ter animais


A empresa japonesa Yukai Engineering , que já tinha lançado em 2017 um gato robô sem cabeça, trouxe para a CES 2020 uma versão miniatura do bichano – que serve como uma espécie de almofada terapêutica . Quando acariciado, o Qoobo (ou sua versão menor, Petit Qoobo ) se move suavemente e “ronrona” como quem responde ao afago (ele até abana o rabo para dizer “olá” quando ouve a voz do dono).

Leia também: CES 2020: robô-bola da Samsung realiza tarefas domésticas

Por mais bizarro que possa parecer, ele tem uma função: atender idosos que moram em asilos e que não podem receber bichos , ou até pessoas que não podem ter animais de estimação por causa de alergias . A versão em miniatura atende ao pedido dos usuários por um Qoobo que pudesse ser levado para qualquer lugar.


O Petit Qoobo ainda é um protótipo, e deve ser lançado até o final do ano. Espera-se que seja mais barato do que o Qoobo original, que está disponível no Japão e nos EUA por US$ 149 na Amazon . O robô terapêutico foi financiado através de uma campanha no Kickstarter , que arrecadou mais de 12 milhões de ienes (mais de R$ 400 mil).

Leia mais:  Índia se torna 2º maior mercado de smartphones do mundo, superando EUA

A Yukai Engineering levou ainda para Las Vegas outro robô companheiro, o Bocco Emo , um ano depois de sua apresentação na CES 2019. O modelo transmite mensagens de voz e texto para pessoas que não possuem smartphones – como crianças ou idosos – e se pode parear com dispositivos conectados da casa. O Bocco Emo deve ser lançado em março de 2020.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

Publicado

por

Olhar Digital

A Xiaomi é uma empresa conhecida principalmente por conta dos seus smartphones que alinham desempenho com preços mais acessíveis, sobretudo no Brasil . Porém, a marca possui uma variedade gigante de produtos, muitos existentes apenas em mercados alternativos, como Índia e a própria China .

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Cama, capacete, mochila, bebedouro para gatos e diversos eletrodomésticos são apenas alguns exemplos. Agora, a empresa anunciou mais uma novidade: uma trena a laser .

Reprodução

O dispositivo é mais voltado para profissionais de obras e segmentos que necessitam medir distâncias longas e precisas . O Xiaomi Duka tem a capacidade de medir até 40 metros.

Anatel limita número de chips pré-pagos por CPF; entenda o motivo

Em comunicado, a empresa afirma que “não será mais preciso pedir ajuda para medir o seu quarto, algum objeto ou até mesmo ferramentas de trabalho. O novo dispositivo oferece medição precisa usando um laser de alta potência”.

Reprodução

A bateria do equipamento é surpreendente. Com 200 mAh, é possível fazer até 3.500 medições por carga. A trena é feita inteiramente de alumínio e, além de distância, é possível calcular o volume de salas , ângulos , diagonais e muito mais. O Xiaomi Duka vai ser vendido na China e na Europa com preço de 23 euros, aproximadamente R$ 111. Não há previsão para lançamento no Brasil .

Leia mais:  Amazon, Netflix, Spotify… Facebook compartilhou ainda mais dados de usuários

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana