conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Fumaça de incêndios da Austrália cobre parte do Chile e da Argentina

Publicado

Se seguir o trajeto original, fumaça deve passar na terça sobre o Rio Grande do Sul; pôr-do-sol deve ser mais avermelhado, dizem especialistas.
Satélites da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), dos EUA, identificaram nesta segunda-feira (6) que a fumaça dos incêndios na Austrália cruzaram o Oceano Pacífico e cobrem parte do Chile e da Argentina.

Duas colunas de fumaça foram registradas em deslocamento pelo satélite GOES, da agência norte-americana. Elas surgiram nos grandes incêndios que atingem o país da Oceania desde o fim do ano passado. Especialistas indicam que a contaminação deve chegar ao Rio Grande do Sul ainda nesta terça-feira (7).

De acordo com o instituto Climatempo, a chegada da coluna de fumaça não vai afetar o regime de chuvas ou a temperatura da região, mas poderá ser observado um céu mais avermelhado durante o pôr do sol.Carregada pelo vento.

Uma simulação feita pelo modelo atmosférico europeu (ECMWF) indicou a trajetória dos ventos varrendo a fumaça para a América do Sul. O Climatempo disse em nota que a fumaça é transportada pelos ventos quando alcançam altitudes acima dos 5km.

Leia mais:  Da Globo para o mundo: ex-funcionários fazem tour nas emissoras concorrentes

Para esta agência, a fumaça continuará seu trajeto pelo fluxo de ar que corre de oeste para leste e não deve tocar o chão.

O meteorologista Fábio Luengo, da Somar Meteorologia, alertou para riscos caso a fumaça encontre chuvas durante o caminho, que podem arrastar o material particulado para lavouras, reservatórios de água e açudes, além de provocar uma chuva mais ácida.O país vai destinar 2 bilhões de dólares australianos, cerca de R$ 5,6 bilhões, além das dezenas de milhões já prometidas, para a recuperação de áreas afetadas pelos incêndios, segundo o primeiro-ministro australiano.

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Regina Duarte aceita teste na Secretaria de Cultura

Publicado

por

atriz Regina Duarte aceitou, de acordo com o Palácio do Planalto, conhecer melhor a Secretaria Especial de Cultura. O comunicado não deixa claro se ela assumirá a pasta.

Leia abaixo o comunicado

“Após conversa produtiva com o presidente Jair Bolsonaro, Regina Duarte estará em Brasília na próxima quarta-feira (22), para conhecer a Secretaria Especial de Cultura do governo federal. “Estamos noivando”, disse a artista após o encontro ocorrido nesta tarde no Rio de Janeiro.”

Regina Duarte foi convidada pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria de Cultura na sexta-feira (17), após a demissão do secretário Roberto Alvim. Ao divulgar o Prêmio Nacional das Artes, programa do governo federal para a área com investimento de R$ 20 milhões para editais com aportes diretos do governo, o então secretário usou uma frase dita por um líder nazista.

Pelo Twitter, o presidente Bolsonaro afirmou que teve “uma excelente conversa sobre o futuro da cultura” do Brasil. “Iniciamos um noivado que possivelmente trará frutos ao país”, escreveu.

Comentários Facebook
Leia mais:  Aliados de Erdogan rejeitam versão saudita para morte de jornalista.
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana