conecte-se conosco


Polícia

Fraudes no INSS eram lideradas por preso em VG

Publicado

Preso na manhã desta terça-feira (9), pela Polícia Federal em Várzea Grande, Everson Santos Silva, idade não informada, seria o ‘cabeça’ do esquema de fraudes no sistema previdenciário, alvo de investigação na Operação Impostore. Ele é o único preso na ação deflagrada pela PF.

Investigação foi realizada pelas equipes de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) e de Campo Grande (MS) e identificou um esquema de fraudes, baseado na falsificação de documentos. Os criminosos realizavam perícias em nome de outras pessoas.

Everson foi preso na sua casa, no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande. No local, os policiais encontraram diversos documentos falsos, fotos 3×4, carimbos, chips de celulares e outros.

Além da prisão dele, considerado o ‘cabeça’ no esquema, PF cumpre 3 mandados de busca e apreensão, sendo que um dos alvos seria a irmã dele, que também teria envolvimento na ação.

Policiais já conseguiram apreender atestados médicos falsos, exames falsos, carteiras de motoristas também falsificadas e até materiais utilizados para forjar engessamento de braços. Porém, a PF ainda não explicou como a fraude ocorria.

Leia mais:  Polícia Civil prende ex-companheiro de vítima e localiza ossada de jovem desaparecida em Paranaíta

Everson será autuado por crime de estelionato previdenciário, uso de documento falso, falsidade ideológica e associação criminosa. Outros envolvidos que foram identificados ao longo da investigação, também vão responder pelos crimes.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Ladrão invade casa, faz reféns e tenta estuprar jovem

Publicado

por

Um jovem, 19 anos, por invasão de domicílio, tentativa de roubo e tentativa de estupro, no bairro Aurília Salies Curvo, em Várzea Grande.

Os militares foram informados que o suspeito tinha pedido água para dois irmãos que estavam em casa, uma jovem e um adolescente. Aproveitando da situação, ele rendeu as vítimas e as levando para o quarto. Ele ainda tentou violentar a jovem, mas ela resistiu.

Durante a ação criminosa, chegou o padrasto dos jovens que sem perceber o que estava acontecendo foi recepcionado pelo suspeito que vestia uniforme de uma empresa de distribuição de água. Logo que a testemunha entrou na casa, o criminoso fugiu em uma bicicleta levando bijuterias e dinheiro. As vítimas foram encontradas trancadas em um dos quartos.

O padrasto fez o trajeto do suspeito e já no bairro Santa Barbara, encontrou a bicicleta usada na fuga e acionou os policiais.

Em diligência, moradores identificaram a bicicleta e o suspeito e passaram seu endereço. Na residência, o denunciado foi rendido e encontrado em seu quarto o uniforme usado no crime. Questionado sobre os objetos roubados, ele disse que tinha dispensado durante a fuga.

Comentários Facebook
Leia mais:  Polinter fecha mês de agosto com a prisão de 51 foragidos da Justiça
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana