conecte-se conosco


Carros e Motos

Ford Fusion 2019 chega com retoques no visual e linha mais enxuta

Publicado


Ford Fusion recebe novo visual para tentar reaquecer o segmento de sedãs grandes, apesar de ter sido o mais vendido
Divulgação

Ford Fusion recebe novo visual para tentar reaquecer o segmento de sedãs grandes, apesar de ter sido o mais vendido

A linha 2019 do Ford Fusion acaba de chegar, com design renovado e mudanças na gama de versões. Agora, foram reduzidas para três: SEL, de R$ 149.900; Titanium, de R$ 179.900 e Hybrid, de R$ 182.990. Portanto, as configurações 2.5 flex e Titanium com tração dianteira deixam de ser oferecidas no Brasil. O Fusion foi o sedã grande mais vendido do Brasil em 2018, com 4.497 unidades emplacadas, importado do México.

LEIA MAIS: Ford EcoSport Titanium: como anda o modelo 1.5 com pneus “run flat”?

Na linha 2019, o Ford Fusion recebe detalhes discretos. O para-choque dianteiro é novo e traz dois apliques cromados na parte inferior. As versões Titanium têm grade dianteira cromada, faróis de neblina de LED e rodas de 18 polegadas que foram redesenhadas. Na traseira, o para-choque e a tampa do porta-malas ganharam um design mais moderno, com novos vincos. As lanternas exibem novas molduras e o friso central cromado que as unia foi eliminado. Com exceção da versão híbrida — que utiliza um motor 2.0 com 190 cavalos (ao somar com a potência da bateria) — as outras duas configurações são equipadas motor 2.0 turbo, de 248 cv. O câmbio é automático de 6 marchas.

Leia mais:  Lexus CT200h:  o Priusde luxo precisa evoluir

LEIA MAIS: Ford lança versão Titanium 2019 do EcoSport sem estepe na traseira

Outra novidade no sedã — rival de modelos como o Honda Accord e o Toyota Camry —é o teto solar, que passa a ser item de série em todas as versões. Além dele, chegam de série com 8 airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos), cintos de segurança traseiros infláveis, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, partida remota, central multimídia SYNC 3, ar-condicionado automático digital com duas zonas, freio de estacionamento elétrico e luz de assinatura de LED.

LEIA MAIS: Nova linha do Ford Ka se destaca diante dos principais concorrentes

Uma versão do Ford Fusion com mais equipamentos


Ford Fusion traz os equipamentos de conectividade mais recentes da marca, além de itens de luxo que favorecem o conforto
Divulgação

Ford Fusion traz os equipamentos de conectividade mais recentes da marca, além de itens de luxo que favorecem o conforto

Logo acima fica posicionado o Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD, que como a sigla indica, acrescenta o sistema de tração integral. Tabelada em R$ 179.900, a versão ainda acrescenta o pacote de tecnologia CoPiloto 360, composto por alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestre, sistema de monitoramento de ponto cego, sistema de permanência em faixa, piloto automático adaptativo com função “Stop & Go” para engarrafamentos, farol alto automático e estacionamento automático de segunda geração para vagas paralelas e perpendiculares. Além disso, traz faróis dianteiros e de neblina full LED, aerofólio traseiro e bancos dianteiros refrigerados.

Leia mais:  JAC T80: andamos no novo SUV premium de sete lugares da marca chinesa

A opção mais cara do Ford Fusion , a Titanium Hybrid, com preço sugerido de R$ 182.990, adiciona em seu trem de força a combinação do motor 2.0 a combustão com um propulsor elétrico, que, juntos, geram uma potência combinada de 190 cv. O Fusion Hybrid é um dos veículos mais econômicos do mercado, com consumo de 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada (Inmetro). A configuração conta com uma tela no painel orienta o motorista a dirigir de forma mais eficiente, com desenhos animados de folhas que crescem conforme a economia obtida.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Audi e-tron surge em novo filme da Marvel.  Chega ao Brasil no segundo semestre

Publicado

por

Quem for assistir ao novo filme da Marvel, “Vingadores: Ultimato”, que estreia no próximo dia 26, verá  Brie Larson como Capitã Marvel e sua reintrodução à sociedade após anos longe da Terra, ao volante do Audi e-tron, SUV movido apenas por motores elétricos e que está com lançamento confirmado no Brasil para o segundo semestre.

 LEIA MAIS: Audi E-Tron: SUV que roda 400 km sem recarga e vai até 100 km/h em 6 s

Entre os principais atrativos do Audi e-tron estão seus sistemas conseguem recuperar até 30% da capacidade da bateria e, em descidas, o SUV tem a capacidade de acrescentar um quilômetro de autonomia por cada quilômetro percorrido.

O e-tron vem com dois motores elétricos, com um total de 360 cv e 56 kgfm, entretanto, os números chegam aos 408 cv e 66,4 kgfm com o recurso, durante oito segundos no máximo. Com isso, é capaz de acelerar até 100 km/h em 6 segundos. A autonomia declarada é de 400 km sem qualquer recarga. 

Leia mais:  Kombi de Lego, com 700 kg, nasce após um total de 400 mil peças

Mais detalhes do Audi e-tron

 Desde o sistema de navegação com o planejador de rotas e-tron, que mostra os caminhos apropriados com postos de carregamento, cobrança automática nas estações de recarga e controle remoto via celular– o e-tron é extremamente conectado. O carro é equipado com o media center MMI navigation plus, que inclui a tecnologia LTE Advanced e um  hotspot  de Wi-Fi de série.

 LEIA MAIS: Audi e-Tron GT conceitual, com 590 cv, é revelado no Salão de Los Angeles (EUA)

Diversos sistemas de assistência auxiliam o motorista. Por exemplo, o assistente de eficiência promove um estilo de condução econômica exibindo informações preditivas e realizando a recuperação automática de energia. Se o cliente selecionar o assistente de cruzeiro adaptativo, o sistema pode também frear e acelerar o SUV automaticamente.

Conforme a fabricante, os lançamentos de produtos incluem mais de 20 modelos eletrificados em rápida sucessão até 2025. Em 2019, o Audi e-tron Sportback será o segundo carro totalmente elétrico a ser lançado, seguido pelo e-tron GT da Audi Sport em 2020. A marca também oferecerá um modelo elétrico no segmento de compactos premium em 2020.

Leia mais:  Veja os 5 carros híbridos mais sustentáveis à venda no Brasil em 2019

LEIA MAIS: Audi tem estande apenas com carros elétricos no Salão de Genebra

Conforme aputou a reportagem de iG Carros, o Audi e-tron será o primeiro SUV totalmente elétrico a chegar ao Brasil, mas não será o único. Em 2020, a Volvo vai lançar o XC40 eletrificado, o que promete estabelecer uma briga interessante e tecnológica ao segmento dos SUVs, que hoje correspondem a cerca de 25% das vendas totais no Brasil.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana