conecte-se conosco


Polícia

Foragido por estupro de vulnerável no Distrito Federal é preso no interior de MT

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Regional de Confresa (1.160 km a Nordeste de Cuiabá), com apoio dos investigadores da Delegacia de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste) cumpriu o mandado de prisão preventiva, Jorge Rodrigues Porto, 47, pelo crime de estupro de vulnerável.

Considerado foragido da justiça, o suspeito estava com a ordem de prisão decretada pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher – Recanto das Emas, acusado de estuprar a própria enteada. O procurado foragiu do após tomar conhecimento das acusações e desde então, estava em paradeiro incerto.

A prisão do procurado aconteceu após a Polícia Civil de Mato Grosso obter informações da Polícia Civil do Distrito Federal, através da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) de que o investigado estava na cidade de Porto Alegre do Norte.

Com base nas informações, os policiais coordenados pelo delegado regional, Marcos Aurélio Dias Leão, empreenderam diversas diligências, por vários dias consecutivos, com vigilâncias e levantamento de campo, até a realização da prisão do procurado.

Leia mais:  Polícia Civil localiza homem suspeito de estupro e morte de adolescente em Campinápolis

Após as formalidades de praxe, presididas pelo delegado, Allan Vitor de Sousa Mata, o preso será encaminhado à Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, e posteriormente recambiado para o Distrito Federal, onde ficará a disposição da justiça.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende 37.000 kg de adubo ilegal em Rondonópolis/MT

Publicado

Fiscais do MAPA colaboraram com a ocorrência

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio de uma equipe do Ministério da Agricultura Planejamento e Abastecimento (MAPA), apreendeu uma carga de adubo sendo comercializada ilegalmente, em Rondonópolis.

Na manhã desta quinta-feira (17), a equipe PRF abordou o caminhão Scania/G 420 A4X2, de cor vermelha e placas de Rondonópolis, ao qual estavam acoplados dois semirreboques. O veículo foi abordado após o condutor, de 38 anos, efetuar um retorno proibido, no Km 208, da BR-364.

O condutor apresentou a documentação da carga, que segundo a Nota Fiscal, seria de varredura de adubo. Ao verificar a carga, os PRFs desconfiaram que a carga transportada não seria a descrita na documentação fiscal. A carga nos semirreboques estava acondicionada em bags e aparentemente não estava contaminada. Varredura de adubo apresenta contaminação por diversas substâncias e geralmente é transportada a granel.

O veículo foi conduzido até a Unidade Operacional da PRF, onde se encontravam os fiscais do MAPA que recolheram uma amostra do produto para análise. Através de consulta aos sistemas, foi constatado que a empresa que estava vendendo a mercadoria não possui registro de estabelecimento produtor, portanto não pode comercializar esse tipo de produto.

Leia mais:  Polícia Civil divulga fotos e pede denúncias para localizar envolvidos em morte de comerciante

Diante das circunstâncias, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil, em Rondonópolis.

SECOM PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana